PUBLICIDADE
Topo

Blog do Juca Kfouri

Incansável Vozão surpreende o descansado São Paulo

Conteúdo exclusivo para assinantes

Juca Kfouri

28/05/2022 20h58

São Paulo e Ceará fizeram um jogo surpreendentemente agradável no Morumbi.

O Tricolor descansado com muita leveza e toques rápidos em busca dos gols que aconteceram duas vezes no primeiro tempo, com Calleri, aproveitando cruzamento de Rafinha, e Rodrigo Nestor, com passe do argentino, no começo e no fim.

Já o Ceará é um fenômeno.

Jogou no meio da semana contra o Independiente, em Avellaneda, viaja para cima e para baixo sem parar e consegue ser organizado e ameaçador, a ponto de ter empatado 1 a 1 ao se aproveitar de erro de Arboleda, aos 36 minutos, com Cléber.

Também no começo do segundo tempo por pouco não empatou, em saída oportuna do goleiro Jandrei.

Se nos primeiros 45 minutos Calleri fez mais dois gols anulados por impedimentos de Luciano e dele, no 25º da etapa final, Mendoza empatou e o VAR confirmou, depois de escanteio com casquinha, fruto da insistência do incansável Vozão, que chega a ser comovente.

Mesmo muito mais descansado, o Tricolor havia se acomodado com a vantagem e teve de voltar a correr atrás da vitória que dava como certa antes do jogo para, ao menos, dormir na liderança do Brasileirão.

O Ceará que já havia se dado bem em São Paulo ao vencer o Palmeiras, ganhava ponto digno de todos os elogios, diante de quase 33 mil torcedores que, ao fim do jogo, manifestavam-se impacientes, mas ainda confiantes.

Aos 44', Igor Gomes acabou expulso de campo, tantas faltas fez e o São Paulo jogou os cinco minutos de acréscimos com dez, o que equilibrava as coisas porque Vina, machucado, fazia número no gramado.

Méritos totais ao time de Dorival Júnior, melhor no segundo tempo que o de Rogério Ceni.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/jucakfouri/

Blog do Juca Kfouri