PUBLICIDADE
Topo

Blog do Juca Kfouri

A primeira revista brasileira sobre futebol feminino

Conteúdo exclusivo para assinantes

Juca Kfouri

20/05/2022 13h00

Saiba mais AQUI

VEM AÍ A ROZZEIRA: A REVISTA DA MULHER NO FUTEBOL

A paixão pelo futebol motivou a jornalista Jay Oliveira e o publicitário Claudio Campos a fundarem a ROZZEIRA, a primeira revista dedicada à mulher no futebol do Brasil

Com edições trimestrais, a ROZZEIRA abre espaço para que as mulheres possam criar, compartilhar e discutir sobre a presença feminina no futebol. É um convite para que se sintam à vontade para interagir e contar suas histórias. A primeira revista dedicada à mulher no futebol do Brasil surge para valorizar essas personagens e exaltar o esforço diário que elas dedicam por espaço na modalidade. Com relatos no impresso e conteúdos trabalhados no formato 360º nas redes sociais (Instagram, Tiktok, Twitter e Youtube), a primeira edição traz na capa a lenda do futebol mundial, Formiga, a única atleta a ter participado de sete Copas do Mundo, entre homens e mulheres.

Idealizadora da ROZZEIRA desde a faculdade, Jay acredita que esse é o momento certo para o lançamento: "O futebol feminino vem passando por uma transformação e a proposta é dar, às mulheres envolvidas com futebol, o destaque que as foi negado por anos. Quando teríamos uma revista dedicada a elas no Brasil? Talvez nunca. Por ser um veículo que sempre consumi, pela forma de comunicar e da liberdade de conteúdo, resolvemos tirar esse projeto do papel ou melhor, transformá-lo em papel, literalmente", brinca Jay, com o fato da revista ser comercializada impressa, além da digital.

Trabalhando há 17 anos com futebol, Claudio Campos é apaixonado pelo esporte desde muito cedo e grande parte dessa paixão se deu por meio da leitura de revistas. "Coleciono revistas de futebol a vida inteira. Elas sempre foram minhas companheiras na infância e na adolescência, nas horas em que não estava jogando futebol", relata o publicitário.

O projeto terá um conteúdo gráfico e editorial inédito. "Apresentaremos grandes personagens do mundo do futebol feminino de uma forma única, fazendo de cada edição um documento histórico", afirma Jay. A jornalista espera que a revista seja um espaço de alento, onde meninas e mulheres possam ter estímulo na carreira. "A ROZZEIRA será um ambiente de inspiração e apoio para elas se conhecerem e saberem, desde sempre, que se for da vontade delas, elas podem seguir jogando, torcendo ou comunicando o esporte", ressalta.

O nome da revista surgiu depois de uma busca por um jargão de futebol feminino, logo um objeto dentro do próprio campo a batizou. "Roseira é a rede do gol, que apesar de um jargão pouco utilizado, se encaixou perfeitamente com a proposta da revista. Os dois "zz" no nome vieram como uma identificação única para a marca", explica a idealizadora da revista.

Como em todo projeto, existem desafios para publicação, e na ROZZEIRA não foi diferente. Mesmo diante de avanços nos últimos anos, seja dentro ou fora dos campos, as palavras 'futebol' e 'mulher' no mesmo contexto, além de incomodar, continuam sendo desacreditadas. Reverter esse placar e acreditar no futebol feminino inclusivo define a revista e o conteúdo que ela apresenta, com foco em relatar trajetórias e histórias marcantes das mulheres no futebol.

Site: rozzeira.com
E-mail: contato@rozzeira.com
Redes Sociais: Instagram / @rozzeira | Twitter / @rozzeira_ | TikTok / @rozzeira

Valores:
Revista Física: R$ 39,90

Durante a pré-venda o frete é grátis.

 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/jucakfouri/

Blog do Juca Kfouri