PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Blog do Juca Kfouri

Wladimir, o capitão da Democracia Corinthiana

Conteúdo exclusivo para assinantes

Juca Kfouri

01/12/2021 14h07

POR HÉLIO ALCÂNTARA

Às 17h30, no auditório do Museu do Futebol (térreo), haverá um bate-papo comigo e Wladimir. Transmissão via Instagram (@museudofutebol).

Wladimir nasceu pobre e sonhou com o diploma na universidade (ficou a um semestre de concluir o curso de Educação Física).

Mas foi a bola quem lhe deu tudo.

Aos 15 anos já estava treinando no Corinthians, e aos 18 virou titular do time principal – e assim ficou por 12 anos seguidos.

Experimentou o trauma da perda de um título certo (1974) e se emocionou com o maior jogo da sua vida: em 1976, contra o Fluminense, no Maracanã, templo do futebol mundial.

No ano seguinte, ajudou a tirar o Corinthians da fila – após 22 anos, a nação sofrida expulsou do peito o grito de campeão!

Sua sensibilidade e a boa base educacional transformaram Wladimir num grande observador das injustiças sociais.

Lutou pelos direitos trabalhistas da sua classe profissional, denunciou e enfrentou o racismo dentro e fora do futebol, brigou pela extinção da Lei do Passe, que escravizava o jogador, se engajou na luta pela volta das eleições diretas para presidente.

Mas sua maior "vitória" foi ter liderado (ao lado de Sócrates, Zé Maria e Casagrande) a "Democracia Corinthiana", um dos projetos mais ousados já vistos no mundo do futebol profissional.

No meu livro "WLADIMIR – O Capitão da Democracia Corinthiana" (Ed. Letras do Pensamento), você vai conhecer o atleta perfeito e o ser humano com suas fraquezas, o ativista e o sindicalista angustiado.

E vai entrar no vestiário e nos gramados para disputar jogos espetaculares. Junto com o maior lateral esquerdo da história centenária do Corinthians. Boa viagem!

"WLADIMIR – O Capitão da Democracia Corinthiana"
Editora: Letras do Pensamento
1ª Edição: 2021 // Número de páginas: 640
Formato: 16×23
Preço: R$ 99,00 // No lançamento: R$ 79,00

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri