PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Blog do Juca Kfouri

Jornalista é censurado e demitido por contar caso público

Conteúdo exclusivo para assinantes

Juca Kfouri

07/12/2021 17h59

O jornalista mineiro Cadu Doné escreveu o texto abaixo para o jornal "O Tempo", de Belo Horizonte, que se recusou a publicá-lo, o que desencadeou uma crise culminada hoje com sua demissão.

Vereador de BH destina dinheiro para próprio instituto

POR CADU DONÉ

O vereador de BH e "jornalista" esportivo da Rádio Itatiaia e da TV Alterosa, Álvaro Damião (DEM), destinou 640 mil reais de emenda parlamentar para o próprio instituto, "Bacana Demais". Esse caso se relaciona com o orçamento impositivo recém-aprovado. É a primeira vez que há esse tipo de emenda em BH. A emenda do tipo impositiva se trata de algo que o vereador sugere e a prefeitura é obrigada a pagar. Antes o que vigorava era só uma sugestão dos vereadores. Cada vereador de BH tem direito de indicar cerca de dois milhões desse tipo de emenda. Verbas dessa natureza necessariamente precisam ser destinadas para algo em BH – não caberia encaminhar algum dinheiro ligado a esse mecanismo para o interior do estado. A informação aqui veiculada é de domínio público; qualquer cidadão pode conferi-la nos órgãos que publicam este tipo de coisa. 

Sem disfarces

Na própria página principal do Instituto "Bacana Demais" há um texto apresentando Álvaro Damião como fundador do projeto, idealizado em 2014. No período em que estive na Itatiaia, entre 2011 e 2020 – obviamente a partir de 2014 –, as menções, as propagandas que Álvaro Damião fazia dos seus institutos eram constantes, maçantes, caricatas. A Itatiaia mantém, de modo bem organizado, todo seu arquivo. Também estamos falando de algo de domínio público. Ouvintes minimamente atentos eram/são testemunhas disso. Qualquer dúvida sobre este expediente, claro, pode ser dirimida facilmente em rápidas pesquisas no farto acervo da "Rádio de Minas". 

Gestões diferentes 

Para que não restem dúvidas: o cansativo uso do microfone por parte de Álvaro Damião para propagar a mencionada iniciativa, pelo que eu posso assegurar, acontecia na gestão anterior da Rádio Itatiaia. Portanto, nada posso afirmar acerca de certa benevolência quanto a esta mistura entre política e "jornalismo" na nova era do forte veículo, comprado pela família Menin recentemente. Há cerca de um ano passei a escutar bem raramente esta estação. Levando-se em conta certas coisas, porém… 

Começo estranho 

Na nova era da rádio, o escolhido como vice-presidente da engrenagem foi o deputado João Vítor Xavier (Cidadania). Assim sendo, ainda que não possa dizer muito acerca da nova programação, as iniciativas iniciais dos atuais proprietários não exalam tanta preocupação com a separação entre os poderes. E sim: João Vítor, que teve campanha caríssima, e resultados pífios na última eleição para prefeito de BH, pode até alegar que não concorrerá mais a nenhum cargo público. Ainda assim…  

Não basta ser… 

"A mulher de César não basta ser honesta, deve parecer honesta". Deixo claro que a citada iniciativa de Álvaro Damião não é ilegal; ele pode afirmar que sua intenção "é de desenvolver atividades de assistência social" – ver foto da coluna. Mas obviamente seria, para pegar leve e recorrendo a um eufemismo, de bom tom, que direcionasse seu suposto ímpeto humanitário para uma instituição que não a sua – e buscar apoios, financiamento para seu projeto por outros caminhos. 

Tênue

Linha tênue entre o ocupar espaços, se manter com suas convicções, e o parecer leniente. Cansei. Aos poucos vão entender…

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri