PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Blog do Juca Kfouri

Roger Guedes rege grande vitória do Timão

Conteúdo exclusivo para assinantes

Juca Kfouri

25/09/2021 20h54


Num Dérbi com D maiúsculo corintianos e palmeirenses fizeram clássico palpitante em Itaquera.

O Alvinegro em homenagem ao centenário de Dom Paulo Evaristo Arns e o Alviverde disposto a manter a invencibilidade contra o rival.

Os anfitriões foram melhores no primeiro tempo, abriram o placar com Roger Guedes completando jogada entre Renato Augusto e Giuliano, e ainda ampliaram no fim, de novo com Guedes, mas em impedimento.

Nos acréscimos, Gabriel Menino arriscou de fora da área e, por ironia, a bola desviou no mesmo Roger Guedes e traiu Cássio: 1 a 1 com Gabriel Pereira infernizando a defesa palmeirense e o novo quarteto corintiano jogando bem.


O Palmeiras voltou para o segundo tempo com Zé Rafael no lugar de Patrick de Paula e logo pôs Deyverson, Willian e Veron, nos lugares de Luiz Adriano, Dudu e Wesley, pensando na Libertadores.

Du Queiroz e Mosquito foram as respostas nos lugares de Renato Augusto e Gabriel Pereira, cansados.

O Timão seguiu melhor e Mosquito atingiu a trave em seu primeiro lance.

Zé Rafael fazia grande atuação quando Sylvinho chamou Jô e Vitinho nos lugares de Willian e Cantillo, porque o elenco de Abel Ferreira já dava sinais de superioridade.

Por três vezes o Verdão esteve prestes a virar o resultado, com Veron de cabeça, com Luan e com Veron de novo, na trave.

Mas foi Roger Guedes, o nome do jogo, que fez um golaço ao se livrar de Gabriel Menino e anotar 2 a 1.

Lei do ex para apagar o desvio do empate.

O lateral Jorge estreou no Palmeiras no lugar de Renan para tentar salvar uma derrota que, se for somada à eventual desclassificação na Libertadores, pode agitar a vida esmeraldina.

Xavier entrou no lugar de Giuliano para segurar e independentemente do resultado, há uma evidência: o Corinthians agora tem time para enfrentar qualquer time brasileiro.

Resta saber que efeito terá nas finanças do clube.

Seja como for, o homenageado Dom Paulo estaria feliz nesta noite de sábado.

O Corinthians fez a barba entre os homens. Fará o cabelo amanhã entre as mulheres?

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri