PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Blog do Juca Kfouri

Corinthians toma susto, mas se alivia em Cuiabá

Conteúdo exclusivo para assinantes

Juca Kfouri

26/07/2021 21h58

O Corinthians se impôs na Arena Pantanal e derrotou o Cuiabá por 2 a 1.

Num calorão de 28º, aliviou-se.

O primeiro clássico CuCo, uma contradição em termos, terminou como era obrigatório para os paulistas, depois de uma semana sem jogar e com muito mais investimento.

Se impôs dentro e fora de campo ao impedir que o melhor jogador dos anfitriões pudesse jogar, o goleiro Walter.

E, em meio a um primeiro tempo em câmera lenta, ao fazer dois gols com dois garotos, Roni e Adson, para diminuir o pavor de levar a virada no segundo tempo como tem acontecido.

Fagner foi decisivo em ambos, ao iniciar o lance que resultou no primeiro gol e depois de receber de Mosquito, que desarmou o ex-corintiano Uendel, para culminar com o segundo em boa trama dentro da área.

O jogo se estendia lentamente no segundo tempo quando o palmeirense Papagaio, todo de verde, tocou terror na Fiel, ao dividir de cabeça com Fábio Santos e diminui: 2 a 1, aos 25'.

Mas foi só um susto, desses que fazem parte da vida corintiana, que precedeu outros na pressão cuiabana, sem maiores consequências, porque os locais são ainda mais fracos que os visitantes.

Assim, o Alvinegro não apenas impediu que o time mato-grossense o superasse na tábua de classificação como subiu para o 10° lugar, deixando para trás o Santos e o Fluminense.

Se mantiver o atual aproveitamento de 17 pontos em 13 jogos, embora medíocre, chegará aos 49, quase 50 pontos, sem risco de queda.

E como neste domingo receberá o Flamengo em Itaquera, deve pedir à CBF que possa jogar com 15 para perder de pouco.

Brincadeiras à parte, o campeonato que o Corinthians tem de ganhar é este, do meio para baixo da tábua.

Já o Cuiabá sofrerá para se manter na Série A, ainda mais porque fez a má escolha de contratar Jorginho como treinador.

E o agitado Sylvinho também não apresenta progressos no seu time.

Deus o livre do Flamengo.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri