PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Blog do Juca Kfouri

Cartolagem brasileira não se emenda

Conteúdo exclusivo para assinantes

Juca Kfouri

29/07/2021 00h03

Parece que por mais que haja escândalos no futebol brasileiro a cartolagem nacional não se emenda.

A Justiça demorou para tornar nula uma assembleia eleitoral da CBF, acontecida em 2017, e na semana passada determinou que dois interventores assumissem a entidade.

Ninguém entendeu o que levou o juiz a escolher o presidente do Flamengo e o da Federação Paulista de Futebol como interventores, até porque a Lei Pelé proíbe que presidente de clube presida entidades dirigentes. E o presidente da Federação Paulista foi um dos beneficiados pela assembleia anulada, pois o voto dele que tinha peso dois passou a ter peso três.

Pois bem, enquanto Rodolfo Landim, o cartola rubro-negro, e Reinaldo Carneiro Bastos, o paulista, aguardam os próximos passos, porque a CBF recorreu, ambos veem seus nomes envolvidos em maus feitos.

Landim denunciado pelo Ministério Público Federal por gestão fraudulenta e por ter lesado os fundos de pensão Funcef, Petros e Previ e remetido dinheiro ilegalmente para o exterior, algo em torno de 100 milhões de reais.

Já sobre Bastos os repórteres Gabriela Moreira, Martín Fernandez e Sérgio Rangel, da Globo Esporte, revelaram ontem que ele estava na folha de pagamentos da CBF e recebeu mais de 1 milhão de reais no último ano como consultor da entidade, um evidente e injustificável atropelo ético.

Quem sabe tudo isso mude a estranha decisão judicial.

A CBF precisa de sol, porque de nuvens está muito bem servida há décadas.

Comentário para o Jornal da CBN desta quinta-feira, 29 de julho de 2021.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri