PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Blog do Juca Kfouri

A bela vitória dos atleticanos paranaenses sobre os xarás goianos

Conteúdo exclusivo para assinantes

Juca Kfouri

28/07/2021 18h24

Não dá para dizer que foi o encontro dos Atléticos do sul e do Brasil Central porque um é Athletico.

O jogo de ida da Copa do Brasil, na Arena da Baixada, teve um primeiro tempo de xadrez e o segundo de muito bom futebol.

Se no primeiro cada um teve apenas uma chance de gol, ambas no fim, no segundo, como Terans abriu o placar para os anfitriões logo de cara, no primeiro minuto, escorando de cabeça cruzamento da direita, a iminência de mais gols esteve sempre presente.

Os goianos acertaram a trave e viram Zé Roberto perder um tento incrível, porque resolveu chutar de primeira, da entrada da área, a bola que deveria ter carregado para entrar com ela e tudo.

E como o Atletico Goianiense se mandou sem medo de ser feliz, o Athletico Paranaense se aproveitou para fustigá-lo constantemente.

Até que Zé Roberto se redimiu, aos 25 minutos, ao receber cruzamento da esquerda e, aí sim, de primeira, mas na pequena área, empatar: 1 a 1, de pé em pé.

Dois times que gostam da bola passaram a jogar ainda mais francamente, com os anfitriões nem um pouco dispostos a ficar no empate em casa.

E de trocas de passes em trocas de passes, mudanças de lado de lado a lado, outra vez o uruguaio David Terans interveio para desviar chute de fora da área para o fundo das redes, aos 40'.

Daqueles jogos nos quais qualquer placar seria justo e que terminou com o triunfo do melhor.

Na quarta-feira, em Goiânia, tem mais.

Antes, no domingo, pelo Brasileirão, os atleticanos paranaenses visitam os xarás mineiros, em Belo Horizonte. Outra promessa de bom jogo.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri