PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Blog do Juca Kfouri

O Caboclo Assediadô e a volta do Cabôco Mamadô

Juca Kfouri

10/06/2021 07h54

Cabôco Mamadô é um personagem do genial Henfil, coveiro do cemitério em que eram enterrados os apoiadores da ditadura.

Caboclo Assediadô é outra figura do folclore nacional, inventada pelo Marco Polo que não viaja e traída pelo secretário-menor.

Ambos inspirados no Caboclo Mamador, entidade da umbanda e espírito de quem morreu em idade de amamentação. Daí a necessidade de o médium, para satisfazer o espírito, ter de mamar no peito das frequentadoras do terreiro, na verdade, de acordo com os umbandistas sérios, artifício para charlatães abusarem das mulheres.

O jornalista gaúcho Moisés Mendes, que sacou o Caboclo Assediadô, propõe a volta da criatura de Henfil porque não faltam mortos-vivos entre artistas, jornalistas e garotos-propagandas bolsominions para serem enterrados.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri