PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Blog do Juca Kfouri

Homofobia com Gil do Vigor

Juca Kfouri

14/05/2021 20h27

POR ROBERTO VIEIRA

Há vinte anos o genial Didi disse adeus.

Didi que desafiou o racismo.

Entrando pela porta da frente do Fluminense.

Didi que enfrentou a religião.

Casando pela segunda vez por amor.

O amor e a etnia eram tabus, dirão alguns.

Hoje já não são.

Será?

Há quarenta e poucos anos surgiu a primeira torcida gay no Brasil.

No Rio Grande do Sul.

Escândalo.

Quarenta e poucos anos depois… o escândalo continua.

Gil do Vigor chegou ao Recife.

Alegre.

Gil que dançou com a camisa do Sport no aniversário do Leão.

Um conselheiro não gostou.

Gil estaria denegrindo a história do Sport.

Observem bem a palavra 'denegrindo'.

Como se o futebol fosse heterossexual.

O caso nos leva a uma reflexão.

Uma reflexão histórica fundamental.

Racismo e homofobia não são exclusividade de ninguém no Brasil.

Não vale a pena condenar Fluminense, Coritiba ou Náutico no passado pelo racismo.

Todo mundo era e é racista no Brasil até hoje.

Com raras e espetaculares exceções.

Do mesmo modo que todos são homofóbicos no futebol e na sociedade.

Com raras e espetaculares exceções.

Em ambos os casos, muitos apontam o dedo para o adversário.

Mas no particular se proclamam nórdicos XY.

Didi sentiu isso na pele e na paixão.

Gil sentiu isso com a camisa do seu time de coração.

Até quando?

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri