PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Blog do Juca Kfouri

Orquestra Sinfônica Heliópolis executa nova música-tema do Paulistinha

Juca Kfouri

27/02/2021 20h50



O Paulistinha terá seu início neste fim de semana com uma estreia digna de nota.

Antes da bola rolar para São Paulo e Botafogo, na noite de domingo (28), no estádio do Morumbi, a Orquestra Heliópolis, primeira sinfônica do mundo que surgiu em uma comunidade, volta a se reunir ao vivo para apresentar a nova música tema do futebol paulista.

A apresentação vai muito além da melodia instrumental que passa a embalar a abertura dos jogos do futebol paulista.

O projeto "Orquestra em Jogo" nasceu após pedido do jornalista Gilberto Dimenstein, do Catraca Livre, em 2019, quando era patrono da Orquestra.

Dimenstein faleceria meses mais tarde, em maio de 2020, em decorrência de um câncer.

A intenção de Gilberto Dimenstein era dar visibilidade à orquestra, atraindo assim mais atenção, parceiros e patrocinadores. Um grupo de publicitários abraçou a causa e teve a ideia de unir a orquestra ao futebol, criando um novo tema musical para o Paulistinha.

Após contato com a Federação Paulista de Futebol, o projeto avançou, e a nova música foi composta pela produtora de som Supersonica, a partir de ideias dos jovens integrantes da orquestra.

Sob direção artística de Antonio Pinto -compositor de trilhas sonoras de grandes filmes como Amy e Cidade de Deus–, Gabriel Ferreira criou e escreveu a composição da peça, além de produzi-la.

O projeto ficou suspenso durante a pandemia, mas volta agora com a Orquestra Heliópolis tocando ao vivo no gramado do Morumbi, com a regência do Maestro Edilson Ventureli, na abertura do campeonato, minutos antes da bola começar a rolar às 19h.

A apresentação será transmitida ao vivo pelos canais Premiere e será contada em pequenos documentários desenvolvidos pelo diretor Gualter Pupo, da produtora Hungryman.

Sobre a Orquestra Heliópolis
A Orquestra Heliópolis é a primeira orquestra sinfônica do mundo que surgiu em uma comunidade. Nasceu como uma orquestra de cordas a partir da iniciativa solidária do maestro Silvio Baccarelli e, hoje, é um dos principais grupos sinfônicos jovens do país, com mais de 1200 crianças e jovens com acesso à uma educação musical de excelência dentro da comunidade.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri