PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Blog do Juca Kfouri

São Paulo bota dois pontos na frente com um jogo a menos: segue o líder!

Juca Kfouri

03/12/2020 20h48

O último título importante do São Paulo foi conquistado, como se sabe, em 2008, o hexacampeonato brasileiro, tricampeonato consecutivo, em jogo contra o Goiás, vitória por 1 a 0, gol de Borges em impedimento, mas o empate bastava.

Ao derrotar o Goiás agora há pouco, em Goiânia, o Tricolor, com um jogo a menos que o Galo, assumiu a liderança com dois pontos a mais.

Ensaiou o hepta?

O São Paulo foi mesmo soberano durante todo o primeiro tempo, cujo único gol, de Igor Gomes, aos 19 minutos, não exprime a superioridade paulista. Aliás, o único pecado do time foi o de não ter liquidado a partida nos 45 minutos iniciais, porque pôde.

Quando fez 1 a 0, o São Paulo já havia criado ao menos três boas chances de gol e não deixava o Goiás jogar em sua casa, no belo gramado da Serrinha.

O novo líder se impôs ao velho lanterna, entre outras coisas porque o primeiro colocado manteve o treinador e o último já está no seu quarto técnico.

O gol, por sinal, teve a cara de Fernando Diniz, com a marcação por pressão causando erro na saída de bola, Luciano roubando e dando a Igor Gomes.

O São Paulo só não poderia bobear e já começou o segundo tempo sufocando o Esmeraldino.

Logo aos 3', Brenner fez 2 a 0 ao receber de Sara na cara do gol.

Pronto!

Agora, segue o líder!

No domingo o São Paulo recebe o Sport, tem tudo para seguir na frente, para depois descontar o jogo que falta contra o Botafogo, também no Morumbi, e consolidar cinco pontos à frente.

Com 2 a 0, em casa, o praticamente já rebaixado Goiás, tentou botar pressão e até conseguiu um pouco.

Sara saiu, Igor Gomes também, Tchê Tchê e Vitor Buenos entraram.

Faltavam 15 minutos para o Tricolor ir para o vestiário como líder.

Hernanes, Pablo e Igor Vinicius entraram na festa para Brenner, Luciano e Juanfran descansarem.

Era justo.

Aos 37', Hernanes, que estava em campo em 2008, fez 3 a 0, na primeira participação dele, completando jogada de Vitor Bueno e Daniel Alves.

O Tricolor revive grandes momentos.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri