PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Blog do Juca Kfouri

Verdão não agrada e goleia. E quando agradar?

Juca Kfouri

25/10/2020 17h47

O primeiro tempo corria lento em Goiânia, monótono, modorrento, daqueles que até os jogadores pedem cama, imagine quem o vê.

Aí, aos 20 minutos, dois jogadores do anfitrião, Baralhas e Dudu, Atlético Goianiense não se entenderam, o serelepe Wesley se aproveitou, arrancou feito um raio e enfiou a bola entre as pernas do goleiro Jean para fazer 1 a 0.

Acredite, foi tudo que o Palmeiras fez, enquanto o time da casa levou duas vezes perigo ao gol de Weverton, ambas com Chico.

A primeira para boa defesa do goleiro e a segunda, já nos acréscimos, em cobrança de falta na trave.

Ah, é verdade, Dudu errou de novo e Rony só não ampliou porque Jean evitou.

45 minutos iniciais típicos de dois times pouco ambiciosos, um porque parece ter desistido de lutar pelo título e outro acomodado numa zona ainda longe do rebaixamento.

Dois erros, porque a torcida palmeirense não aceitará a desistência e o time goiano correrá risco até o fim do Covidão-20.

O segundo tempo seguiu tão ruim como até que, aos 9', Jean passou para Luiz Adriano e o Palmeiras liquidou o jogo: 2 a 0.

Só assim mesmo: uma lambança de dois zagueiros no meio de campo deu o primeiro gol e outra ainda maior do goleiro presenteou com o segundo.

O 3 a 0 foi autenticamente alviverde: um belo passe de Gabriel Menino para Luiz Adriano marcar pela segunda vez.

O Verdão vinha de golear o Tigre por 5 a 0 e agora fazia seu oitavo gol em dois jogos seguidos sem agradar.

Imagine na hora em que agradar.

Lembrando que o Atlético Goianiense fez 3 a 0 no Flamengo no começo do campeonato.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri