PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Blog do Juca Kfouri

Está na hora de botar o Covidão-20 em ordem

Juca Kfouri

26/10/2020 15h31

O Galo tem um jogo a menos (Athletico, em Minas) e poderia ter os mesmos 35 pontos de Inter e Flamengo. Poderia, pode e deve ter.

O São Paulo tem inexplicáveis três jogos a menos (Goiás, fora, Ceará, fora, e Botafogo, casa) e poderá chegar a 36 pontos, o que lhe daria a liderança.

O Palmeiras tem um a menos (Vasco, na casa verde) e ir a 28 pontos, superando os 27 do Santos, o sexto colocado.

O Fortaleza tem dois jogos a fazer (Vasco e Bahia, ambos fora), mas pode ir aos 30 pontos, o que lhe daria o quarto lugar.

Ao Grêmio falta um jogo (Goiás, em casa) e 27 pontos potencialmente.

Ao Ceará também falta um (São Paulo, em casa), e possíveis 25 pontos.

Como o Bahia (Fortaleza, casa), que chegaria a 22 e deixaria o Corinthians, com 21, em 14º lugar.

Mesma situação do Botafogo, que se vencer o São Paulo, no Morumbi, chegará aos 22 pontos e também ultrapassará o Corinthians.

Já ao Vasco faltam dois jogos (Palmeiras, fora, e Fortaleza, casa). Caso vença ambos sai da ZR e vai a 24 pontos.

Finalmente, ao Athletico falta um jogo (Galo, em Minas) e, ao Goiás, dois (São Paulo, casa, e Grêmio, fora), jogos que não devem refrescar suas vidas na ZR.

Tudo isso para dizer que urge à CBF marcar tais jogos.

É claro que a pandemia exige compreensão, mas o Covidão-20 vive uma situação que não se vê na Alemanha, na Inglaterra, na Espanha, apesar de também haver times com jogo em atraso.

Mas não tantos jogos nem tantos times. E lá também tem campeonatos continentais, copas nacionais etc.

Em tempo: o levantamento mostra, ainda, que a situação do Corinthians segue crítica, até porque seu último jogo no turno, mesmo em Itaquera, é contra o líder Inter.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri