PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Verdão ganha da altitude e da pressão

Juca Kfouri

16/09/2020 23h23

Jogo a 3.640 metros de altitude não pode ser analisado tecnicamente.

E o Palmeiras jogou com inteligência durante todo o primeiro tempo, se preservando o quanto pôde e sendo mais perigoso que o Bolívar, há seis meses sem jogar.

Então Roni sofreu um pênalti bobo e Willian pôs o Verdão na frente.

O perigo era o segundo tempo, quando se morre na altitude.

Mas ainda no começo da etapa final, Gabriel Menino fez um golaço da intermediária, no ângulo.

Gabriel Menino? Gabriel Adulto! 2 a 0.

O Bolívar diminuiu depois de escanteio e o sofrimento começou: 2 a 1.

Por mais que Vanderlei Luxemburgo renovasse o pulmão palmeirense, a pressão continuava, porque é inevitável.

Mas o Palmeiras soube resistir e está praticamente classificado, além de quase ter feito o terceiro gol nos acréscimos.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri