PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Presidente do Flamengo foi condenado a perda de direitos políticos por falcatrua enquanto presidente da Petrobrás

Juca Kfouri

27/09/2020 11h00

POR BLOG DO PAULINHO

Recurso será julgado na próxima quinta-feira

Luiz Rodolfo Landim Machado, presidente do Flamengo, foi condenado, em 30 de maio de 2019, pela 1ª Vara da Fazenda Pública de Campinas, à suspensão dos direitos políticos por três anos, além de pagamento de multa equivalente ao que recebia de salário quando era presidente da Petrobrás Distribuidora.

A notícia, até então, era desconhecida da coletividade rubro-negra.

Porém, em novembro de 2008, um mês antes das eleições do Flamengo, o Blog do Paulinho revelou a existência do processo, assim como de outros problemas judiciais de Landim:

Delatado na "Lava-Jato", Rodolfo Ladim é acusado, também, de receber propina no MT e de improbidade em Campinas/SP

Foram condenados, também, a Petrobrás e outros agentes públicos, como a ex-prefeita de Campinas, Izalene Tiene.

Em 2004, todos eles teriam concorrido para a cessão de áreas públicas à empresa, sem a devida licitação, que, em contrapartida, por ordem do agora dirigente flamenguista, repassou parte delas a terceiros, objetivando a construção da 'Praça Arautos da Paz', obra erguida a toque de caixa, sem as devidas autorizações, apenas para favorecimento político do grupo gestor campineiro, às vésperas das eleições.

Após denúncia, em 2008, o Ministério Público propôs a ação que, onze anos depois, teve a sentença proferida.

Todos recorreram, mas somente a Petrobrás conseguiu efeito suspensivo sobre trecho da decisão que a impedia de negociar com o setor público.

O julgamento de segunda instância de Rodolfo Landim está marcado para a próxima quinta-feira (1), às 10h, na 9ª Câmara de Direito Público do TJ-SP, e será realizado, por videoconferência, através da plataforma Microsoft Teams.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri