PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

O Çábio Andrés Sanchez (Atualizado)

Juca Kfouri

03/08/2020 00h46

Vamos ver se o presidente do Corinthians encontra o erro no título desta nota.

Porque ele é mesmo um Çábio. Ou um Jênio.

Quis homenagear o radialista José Paulo de Andrade, recentemente falecido, e o chamou de Paulo Cezar de Andrade, o Paulinho, autor do blog que Sanchez odeia.

Ao querer expressar suas condolências disse qualquer coisa parecida com isso, "condescências, consilências" — OK!, admito, não sei nem como se escreve.

E ainda disse que o radialista da Band era um grande corintiano, embora ele fosse, de fato, um grande são-paulino…

Dias depois tratou como se fosse turco um armênio conselheiro do clube, ofensa tamanha, dadas as divergências históricas entre os dois povos, que há quem diga que aí não foi por ignorância, mas maldade mesmo. Depois, desculpou-se.

Ontem, depois da classificação do Corinthians para final do Paulistinha, como se fosse uma façanha, saiu-se com essa: "Mais uma vez Corinthians na final. Vai ter gente com dificuldade de explicar por aí amanhã. Um dia vão entender que o Corinthians não se explica, se sente".

Certo de que é irônico, Sanchez é apenas patético.

Se quis se referir a quem criticou a campanha abaixo da crítica do time, apenas mostrou-se feliz com ela, o que dá a medida de sua mediocridade.

E como quer que expliquem o que ele mesmo diz ser inexplicável?

Sanchez faltou também às aulas de lógica elementar.

Não basta a ele agir como se fosse proprietário do clube e explorará-lo.

Imagina ser dono do corintianismo.

Nem que viva 200 anos será capaz.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri