PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Jornalista será julgado por relacionar Perrella a cocaína

Juca Kfouri

03/08/2020 09h58

Acredite se quiser, Fred Melo Paiva foi condenado em primeira instância

Numa dessas injustiças que a Justiça de vez em quando perpetra, o jornalista Fred Melo Paiva foi condenado, em primeira instância, por relacionar o ex-senador Zezé Perrella, aquele do helicoca, a "450 kg de pasta-base".

Perrella sonhava voltar à Presidência do Cruzeiro quando decidiu mover a ação contra o jornalista por causa de um único tuíte, publicado no dia do impeachment de Dilma Rousseff (claro que Perrella votou pelo golpe). Fred é um cronista que escreve sobre o Galo no Estado de Minas, naturalmente desgostado pelos cruzeirenses.

O sonho de Perrella não resistiu às suas ligações perigosas com Aécio Neves, reveladas pela PF. Numa ligação, esta literal, disse ao comparsa que "só trafico drogas", e riu de si mesmo. Enquanto o próprio faz galhofa do assunto, a Justiça condena o tuiteiro por "ferir sua honra e imagem". Ah vá!

Em processo semelhante, Perrella acionou o Google para que o buscador deixasse de relacionar seu nome a "cocaína", "helicóptero" e "helicoca". Perdeu, e ainda foi condenado a pagar os advogados da empresa.

Claro, o sujeito era um senador da República, e a relação entre seu nome, um helicóptero e 450 quilos de pasta-base é fato social que até música virou, a Marchinha do Pó Royal, campeoníssima do Carnaval de Belo Horizonte em disputa promovida por uma rádio pública: "O pó rela no pé / O pé rela no pó", e por aí vai.

Ademais, Perrella perdeu na Justiça a propriedade do helicóptero, justamente porque a aeronave levava 450 quilos de pasta-base! Seu nome está ligado a essa sujeira, quer queira, quer não.

Na próxima quarta-feira, Fred será julgado em segunda instância pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais. O advogado de Perrella era desconhecido à época em que ingressou com a ação, apenas um bravo escudeiro. É hoje o atual presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues. Coitado do Cruzeiro.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri