PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Salles, o pusilânime

Juca Kfouri

22/05/2020 22h53

Da reunião de ministros do desgoverno Bolsonaro é possível dizer tudo.

Que mais parecia um encontro de milicianos, que ninguém com um mínimo de vergonha na cara poderia permanecer nela, que o nível foi ao rés-do-chão.

Ora, mas, afora os bolsominions, que certamente apreciaram o que viram, ninguém tem dúvida sobre quem são Bolsonaro, Weintraub, Damares e Guedes, que diz ter lido Keynes, obviamente sem entender, e "oito livros" sobre como cada país, citado por ele, saiu de crises.

Todos são simplesmente patéticos para quem tem um mínimo de racionalidade.

Ricardo Salles, no entanto, transcende.

Condenado por improbidade administrativa quando secretário do governo de Alckmin em São Paulo, e réu por diversas outras acusações, dissimulado, propôs aproveitar as atenções dedicadas à pandemia para passar "uma boiada" de medidas que solapariam o meio ambiente e os povos indígenas.

Porque se há uma acusação que não se pode fazer a Bolsonaro et caterva, é a de serem cavilosos, coisa que Salles, despudoradamente é.

Se Bolsonaro e seus asseclas despertam preocupação e indignação pela vocação golpista e autoritária, Salles dá asco, nojo, repugnância.

Que sujeitinho desprezível!

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri