PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Derrotar o fascismo é essencial

Juca Kfouri

31/05/2020 18h21

POR GLAUBER BRAGA*

O isolamento social é indispensável e defendo as orientações da OMS em relação à pandemia. Contudo, as ruas estão sendo tomadas por milícias fascistas e as ameaças de fechamento total do regime estão cada vez maiores.

Sem preocupar-se em mascarar seus objetivos, Bolsonaro aposta todas as forças na preparação de um autogolpe. Ele age de acordo com uma minoria, que está muito bem organizada e cada vez mais ousada.

Portanto, nós, temos que estar mobilizados para garantir a nossa posição. A maioria quer mais democracia, a maioria quer a ciência orientando as ações de combate à pandemia, a maioria não aguenta mais o desemprego. Em poucas palavras: a maioria quer viver!

Os adoradores da morte precisam ser derrotados com urgência. Não vamos deixar que uma minoria, comandada por fascistas, sequestrem a vontade popular.

Por isso, estou nas ruas hoje. Quebrei a quarentena para realizar uma atividade essencial: derrotar o fascismo. Vim para o ato organizado pelas torcidas organizadas antifascistas em São Paulo, onde estou passando a quarentena. Estou feliz por isso? Não! Então, o que estou fazendo? Seguindo o exemplo da rebelião antirracista que ocupa as ruas dos EUA.

Antes que seja tarde, precisamos derrotar Bolsonaro e suas milícias. Na rua contra o fascismo, no resto do tempo: #FiqueEmCasa. Ousar! E até a vitória, companheiras e companheiros.

*Glauber Braga é deputado federal pelo PSOL-SP

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri