PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Bayern transforma o Campeonato Alemão em chupar bala gelada. Com papel

Juca Kfouri

26/05/2020 15h21

O jogo estava igual, equilibrado e disputadíssimo, com excelente índice técnico, zagueiros salvando gols na linha fatal dos dois lados, em suma, um primeiro tempo brilhante.

Aí, já no fim, aos 43 minutos, Kimmich fez um golaço, de cavadinha, da entrada da área.

Os alto-falantes no desértico estádio de Dortmund nem silenciaram.

E os jogadores do Bayern Munique não aguentaram não abraçar o companheiro que os colocou na frente no clássico e sete pontos adiante no Campeonato Alemão, faltando apenas seis rodadas.

Mas ainda tinha o segundo tempo e Haaland com a camisa amarela.

Só que o menino norueguês não tinha refresco e o segundo tempo já ia andado quando ele teve sua primeira boa chance.

O Borussia sabia que ao menos o empate era essencial para evitar o octacampeonato seguido do rival, o 30° na história.

A vitória dos bávaros transformava o Campeonato Alemão, sem público, no ato insosso de chupar bala com papel e, ainda por cima, com a guloseima gelada feito sorvete.

E o Borussia foi à luta.

Mas Haaland se machucou e teve de sair, aos 72', diminuindo as possibilidades de empate.

Mesmo assim, Neuer tinha de se virar para evitá-lo, embora Lewandovsky tenha sido quem chegou com mais perigo, ao chutar na trave o segundo gol vermelho.

O 1 a 0 permaneceu no também ótimo segundo tempo e o Campeonato Alemão praticamente acabou, com o Bayern virtualmente campeão, monopolista do futebol germânico.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri