PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Estação Saulo pára o Verdão na Ferroviária

Juca Kfouri

07/03/2020 18h50

Com time misto, mas com Weverton, Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Lucas Lima, Gustavo Scarpa, Zé Rafael e Rony, e em casa, o Palmeiras não aproveitou a surpreendente derrota do líder Santo André para o lanterna Oeste, no ABC, por 1 a 0.

Tudo porque o goleiro Saulo, da Ferroviária, resolveu fechar a última parada antes de o Palmeiras chegar ao gol.

Pegou bolas de todos os jeitos, teve ajuda da trave quando foi preciso e segurou a pressão alviverde por 56 minutos.

Só no primeiro tempo ele fez quatro defesas importantes, uma delas, em cabeçada de Rony, milagrosa e rebote no poste.

E olhe que Vanderlei Luxemburgo, aos 42 minutos de jogo, teve que lançar mão de Willian Bigode porque Luan Silva se machucou e saiu de campo em prantos.

Prudente, o Palmeiras voltou com Dudu no lugar de Scarpa.

Até que, aos 11', Willian, sempre o Bigode, aproveitou-se de um bate-rebate na área e abriu o marcador.

Liderança conquistada, o Verdão não se acomodou diante de mais de 27 mil torcedores.

Bruno Henrique também foi para o jogo, no lugar de Patrick de Paula.

E Saulo seguiu impedindo que o placar fosse ampliado.

O que permitiu, aos 32', que o barbudo Tony, em boa jogada, livrou-se de dois e empatou: 1 a 1.

O empate devolvia a liderança do grupo, e geral, ao Santo André.

Contra o paraguaio Guarany, o Palmeiras terá de mostrar o que ainda não mostrou, mesmo com tantos titulares no segundo tempo.

O trabalho de Luxemburgo segue mais na garganta que no gramado.

Porque depois do gol araraquarense, Saulo nem precisou trabalhar.

Nota: o blog se recusa a seguir o desacordo ortográfico e acentua o verbo parar.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri