PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Rivelino e Guevara, 1968

Juca Kfouri

26/02/2020 16h30

Por ROBERTO VIEIRA

Ditadura, sim.

Mas havia um verniz de democracia.

Costa e Silva liberou eleições municipais em novembro de 1968.

Uma sobremesa pro populacho.

Deu errado.

Não havia urnas eletrônicas.

O cidadão votava na cédula e caneta.

Dois partidos.

ARENA governamental.

MDB… quase isso.

Mas o povão em São Paulo foi cruel.

Nem quis saber do próprio time.

20% de votos nulos.

Nulos, porém com o nome de um possível candidato na cédula.

Pois é.

Em terceiro lugar veio Pelé.

Pelé que foi logo dizendo.

Esse povo não sabe votar.

Em primeiro?

Che Guevara.

Líder comunista recentemente morto na Bolívia.

Em segundo lugar?

Colado em Guevara?

Um garoto chamado Roberto Rivelino.

Rivelino que trazia ao lado as letras MDB.

AI5.

Médici no poder.

Médici engolia a patada atômica com olhar enviezado.

Corinthians campeão na ditadura?

Só sem a esquerda de Rivelino.

E num outubro sinistro…

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri