PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Alvim desmoraliza até Satã

Juca Kfouri

20/01/2020 15h12

O demônio levou Roberto Alvim ao cabeleireiro para fazer um corte igual ao de Joseph Goebbels.

O tinhoso o fez botar como fundo de seu ato teatral uma composição de Richard Wagner, o compositor adepto das teorias arianas predileto de Adolf Hitler.

O diabo introduziu no texto lido pelo bufão um parágrafo inteiro do maior propagandista do nazismo.

Lúcifer decorou o cenário como se fosse o escritório do suicida que tirou a própria vida depois matar seus seis filhos com cianureto.

O belzebu estava disfarçado de Google.

O ex-secretário da Kultur além de ser ignorante, de mentir e de se acovardar, acredita em "ações satânicas".

Nosso Goebbels de mentirinha é patético.

Regina Duarte, ao menos, não é nazista.

E certamente tem Fernanda Montenegro em grande conta.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri