PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Flamengo não tem por que temer o Al Hilal

Juca Kfouri

14/12/2019 12h54

Al Hilal e Espérance, num estádio para 17 mil torcedores e, mesmo assim, vazio, fizeram péssimo primeiro tempo nas quartas de final do Mundial de Clubes.

O jogo que definiu o adversário do Flamengo na terça-feira mostrou que o Al Hilal tem um ataque insinuante, alimentado pelo colombiano Cuéllar e comandado pelo brasileiro Carlos Eduardo, e defesa primária.

Os primeiros 45 minutos terminaram sem gols e poucas chances, na verdade, apenas três, uma graças à lambança do goleiro saudita, e duas para os árabes.

O time tunisiano é pedestre, mas quase saiu na frente, aos 57 minutos, fruto do que seria um gol contra da zaga adversária, salvo pelo goleiro.

Aos 63', Cuéllar deu lugar ao francês Gomis que, nove minutos depois, fez 1 a 0, em belo gol, depois de chapeuzinho no zagueiro, enfim, numa jogada de qualidade.

Gomis, 34 anos. foi treinado por Jorge Jesus, é grato a ele e contou que tinha camisa do Flamengo quando criança.

Aos 85', o meio-campista Kano foi expulso e deixou o Al Hilal com dez. (Dispensarei o trocadilho óbvio).

Um dos embates esperados nas semifinais está confirmado.

Resta o mexicano Monterrey confirmar-se como adversário do Liverpool, daqui a pouco, às 14h30.

Com a cabeça no lugar e os pés no chão, o Flamengo goleia.

É só superar a ansiedade e o temor de passar vergonha, maiores barreiras nesse tipo de jogo.

Provavelmente teremos um jogo com os 11 árabes atrás da linha da bola.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri