PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Seleção passeia em Abu Dhabi

Juca Kfouri

19/11/2019 12h19

Nem bem começou o jogo entre Brasil e Coreia do Sul e o comentarista da TV Globo Caio Ribeiro já defendia a permanência de Tite à frente da Seleção Brasileira.

Contraponto à frase de Galvão Bueno após a derrota diante da Argentina, quando o narrador disse que ou Tite mudava ou mudava-se o Tite?

Sim ou não, o locutor não estava no amistoso insosso e em horário incômodo.

Contra a seleção em 39º lugar no ranking FIFA, logo aos 8 minutos, Renan Lodi foi à linha de fundo e cruzou para Lucas Paquetá abrir o placar de peixinho.

A fase rubro-negra é mesmo iluminada.

Lázaro salva o time sub-17, Paquetá abre o placar para a equipe principal acabar a temporada com vitória é sábado tem decisão da Libertadores.

O jogo era franco, leve e solto.

Aos 35', Fabinho foi derrubado na entrada da área e Philippe Coutinho fez 2 a 0 em cobrança de falta.

No estádio para 37 mil torcedores vazio em Abu Dhabi, porque a Seleção não atrai mais nem as moscas, quase Philippe Coutinho marcou outro gol, mas contra, ao chutar na trave o rebote de batida de roupa do goleiro Alisson.

Lodi, que é muito melhor que Alex Sandro, jogava bem, assim como Fabinho.

Tite agiu corretamente ao não queimar Paquetá depois da má atuação contra os argentinos.

O 3 a 0 foi um golaço de Danilo, depois de longa troca de passes do time brasileiro, culminada com uma bomba do lateral-direito, aos 14', em novo passe de Lodi, de lateral para lateral.

Está encontrado o substituto para Marcelo, pelo menos um saldo positivo para os dois últimos amistosos do ano.

Pela quinta vez em seis jogos contra os sul-coreanos, a Seleção vencia os asiáticos, e pela maior contagem:

Para frustração do "Posse de Bola", Vanderlei Luxemburgo seguirá fora da CBF, veja AQUI.

O jogo chegava aos 30 minutos e Tite parecia tão satisfeito que não mexia no time.

Finalmente, aos 35', pôs Douglas Luís no lugar de Arthur.

Em seguida, Roberto Firmino entrou no lugar de Paquetá e Rodrygo, tardiamente, aos 42', no lugar de Gabriel Jesus, que esteve em campo, mas quase não apareceu pela direita.

Émerson também entrou no lugar de Lodi, o nome do jogo, ou do passeio brasileiro em Abu Dhabi.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri