Topo

Histórico

Categorias

O Cruzeiro conseguiu perder do CSA no Mineirão

Juca Kfouri

28/11/2019 23h27

No angustiado Mineirão, o CSA saiu na frente do Cruzeiro, aos 43 minutos, com gol do zagueiro alagoano Alan Costa para perplexidade de 34 mil torcedores.

Para o segundo tempo o time mineiro pôs pressão e viu o VAR marcar um pênalti a seu favor, cobrado por Thiago Neves, o cara que quer ir jogar no Corinthians e é fã de Itair Machado, aos 20'.

Goleiro de um lado, bola do outro. Para fora!

Para fora!!!

O estádio calou, o estádio gelou, o estádio não acreditava no que via e ainda viu, no minuto seguinte, Rafinha chutar falta na trave de Fábio.

Desde o 7 a 1 que o Mineirão não via nada tão estranho.

Se o empate era péssimo, a derrota era catastrófica.

Aos 30', a torcida resolveu botar fogo no gramado e passou a jogar sinalizadores nele.

O assoprador de apito paralisou o jogo devido aos fogos que explodiam nas arquibancadas e deu sete minutos de acréscimos.

O CSA, praticamente rebaixado, parecia fazer questão de entregar, ao menos, o empate, mas o Cruzeiro não aproveitava.

Zezé Perrela preparava o helicóptero para sair do estádio?

O Cruzeiro seguia na ZR, um ponto atrás do Ceará, e tendo pela frente dois jogos seguidos fora de casa com o Vasco e o Grêmio, além do Palmeiras, de Mano Menezes, na última rodada, no Mineirão.

O Cruzeiro namora seu primeiro rebaixamento.

Aécio Neves não foi ao Mineirão. Nem Andrea, sua irmã.

Em tempo: ambos não têm parentesco com Thiago Neves.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri