Topo
Blog do Juca Kfouri

Blog do Juca Kfouri

Categorias

Histórico

Santos, o visitante indigesto

Juca Kfouri

05/10/2019 18h57

Mesmo com 17 mil torcedores em São Januário o time do Santos não se impressionou e tratou de se impor, muito mais bem organizado que o Vasco.

Enquanto os comandados de Jorge Sampaoli envolviam os vascaínos, estes jogavam à base de chutões.

E assim foi até mais ou menos a metade do primeiro tempo.

Depois de sofrer algumas ameaças de sofrer o 1 a 0, os cruzmaltinos puseram a bola no chão e passaram não só a equilibrar o jogo, mas a jogar melhor que o rival.

Assim, construíram ao menos três chances de gol, além de um pênalti que Rossi cobrou e Éverson defendeu para desespero de Vanderlei Luxemburgo.

O 0 a 0 não era bom para ninguém e esperava-se um segundo tempo tão movimentado como o primeiro.

Pois eis que o Santos voltou aceso e logo de cara em jogada belíssima abriu o placar.

Pela esquerda Soteldo deu para Evandro na cabeça da área e ele deu de primeira para o menino Tailson bateu cruzado para fazer 1 a 0.

Com 20 anos, o garoto estreava com estrela é bom futebol.

Em seguida, Fernando Miguel impediu o segundo gol dos pés de Jorge.

Então, o Vasco fez o que tinha de fazer.

Foi à frente e por três vezes em poucos minutos criou para empatar.

O jogo ficou dramático.

Felipe Ferreira estreou no Vasco no lugar de Andrei, aos 25'.

Alison entrou no Santos no lugar de Luan Peres, ao mesmo tempo.

Rossi saiu e Ribamar entrou aos 27'.

Taison deu lugar a Marinho, concomitantemente.

Os técnicos trabalhavam e o jogo era lá e cá, bom de ver.

Evandro foi expulso aos 33' por falta feia em Marrony, com intervenção do VAR.

Filipe Jonatan substituiu Soteldo, para fechar.

Clayton no lugar de Marcos Junior, para atacar, aos 39'.

Sexta vitória santista fora de casa, uma a mais que Flamengo e Palmeiras, melhor visitante do Brasileirão, o pior para os anfitriões…

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Mais Blog do Juca Kfouri