Topo

Histórico

Categorias

Poucos gols, pouca gente e muito Flamengo

Juca Kfouri

14/10/2019 07h00

Foram poucos gols e poucos torcedores na 25ª rodada do Brasileirão.

Apenas 16 gols e só 16.500 torcedores em média por jogo.

Fazia tempo que não eram tão poucos, sinal de que já tem torcedor desistindo de seus times.

Por exemplo, os palmeirenses, que foram só 19 mil ao Pacaembu.

Ou os apenas 4 mil da Chapecoense que foram à Arena Condá.

Paciência!

Boas atuações também foram poucas, como a do Grêmio, que enfiou 4 a 1 no Atlético Mineiro em Belo Horizonte.

Ou as de Athletico Paranaense e Flamengo, na decisiva vitória carioca por 2 a 0 na Arena da Baixada, um grande jogo de futebol, para fazer esquecer a nova decepção da Seleção Brasileira que ficou no 1 a 1 contra a Nigéria.

O Flamengo manteve oito pontos de vantagem sobre o vice-líder Palmeiras e dez sobre o Santos, mesmo desfalcado pela CBF e por lesões.

Em Curitiba, o Flamengo acabou o jogo com apenas dois titulares na defesa e, mesmo assim, sem praticar o antijogo tão a gosto dos times brasileiros, resistiu à pressão paranaense e ainda fez o segundo gol no fim, outra vez com o iluminado Bruno Henrique.

Pelo jeito, para parar o Flamengo, só com metralhadora, que não nos ouçam o governador do Rio ou o presidente da República, o primeiro corintiano, nascido em Jundiaí, e o segundo palmeirense, também paulista, de Glicério.

Comentário para o Jornal da CBN desta segunda-feira, 13 de outubro de 2019.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri