Topo

Histórico

Categorias

Cruzeiro ganha a primeira fora e Corinthians perde a primeira dentro

Juca Kfouri

19/10/2019 20h53

Difícil entender como funciona a cabeça dos técnicos e Fábio Carille não é exceção.

Escala um time mais leve, de toque de bola e, em vez de Boselli, o mais inteligente do elenco, que se coloca como nenhum outro, pôe o poste Gustagol, de apenas duas jogadas: no chão, para fazer o pivô; e, no alto, para usar a cabeça. Mais nada.

Assim se encontraram em Itaquera, com 31.822 torcedores, o invicto Corinthians em casa e o virgem de vitórias fora de casa Cruzeiro.

Até fizeram um primeiro tempo animado, embora pobre tecnicamente.

Fred perdeu gol incrível, aos 24 minutos e, nove minutos depois, Fagner abriu o placar ao pegar de primeira bola desviada por Gustagol pelo alto: 1 a 0.

Nem deu para os alvinegros deitarem na vantagem, porque, aos 36', o VAR pegou pênalti de Bruno Méndez que Fred converteu para empatar: 1 a 1.

É como diz o amigo corintiano: se um VAR é ruim para seu time, imagine para o PSL, com BiVAR…

O placar era justo e também não dá para entender como o Cruzeiro está na ZR.

O Corinthians não tinha nem Cássio nem Gil, suspensos, e o Cruzeiro perdeu Dedé ainda no começo do jogo, aos 18', machucado e trocado por Cacá.

Logo aos 5' do segundo Fábio fez milagre em arremate de Pedrinho e na cobrança do escanteio o assoprador de apito marcou perigo de gol e anulou o segundo tento alvinegro, de Mateus Vital.

Contra o Goiás o Corinthians sofreu o empate em lance iniciado com toque de mão e agora é vítima de mais um erro. Em breve irá à CBF fazer uma palhaçada.

Aos 12', Jadson substituiu Sornoza, o armandinho.

O empate mantinha os mineiros na ZR e dava ao São Paulo a oportunidade de tomar o quarto lugar, caso vença o Avaí, no Morumbi, amanhã.

(E se não vencer será melhor fechar…)

Por incrível que pareça o único trabalho de Valter foi o de buscar a bola no fundo do gol depois do pênalti.

Janderson infernizava a defesa cruzeirense com o Corinthians melhor.

Ao completar dez minutos em campo, Jadson e ninguém seria a mesma coisa.

E aos 23', Fred perdeu outro gol que ele jamais perderia no ano passado.

Aos 25', Fagner tocou a bola para trás e a bola acabou com Ederson em posição de impedimento, mas em lance legal, que fez 2 a 1 para o Cruzeiro.

O levantador de bandeirinha a levantou, mas o assoprador de apito não apitou. A defesa não tinha nada de parar.

Carille foi à loucura e foi bem expulso de campo.

Fagner, que fez um gol a favor e deu outro contra, amarelado, não enfrentará o Santos.

Daí Vagner Love substituiu Mateus Vital.

Robinho saiu e Ariel Cabral entrou, aos 30'.

Joel substituiu Fred, aos 32'.

O Cruzeiro saía da ZR.

O Corinthians acabará a rodada em sexto lugar com as vitórias do São Paulo e do Inter, que recebe o Vasco. Se o Bahia vencer o Ceará, cai para sétimo.

E pelo futebol que tem mostrado, está de bom tamanho.

Clayson no lugar de Pedrinho, aos 36'.

Como bem lembrou Milton Leite, o Cruzeiro ganhou o triangular com Corinthians e São Paulo, ao derrotar ambos os paulistas em seguida. E perdeu a virgindade fora de Belo Horizonte.

Já o Corinthians perdeu os dois jogos, além da invencibilidade em casa, e está há cinco jogos sem ganhar.

É feia a crise.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri