Topo

Histórico

Categorias

O Verdão foi melhor que a Seleção

Juca Kfouri

11/09/2019 07h00

Promessa é dívida e prometi contar hoje o que a noite de futebol mostrou ontem se você não pôde ver o jogo da Seleção Brasileira contra a peruana que começou na terça-feira e acabou na madrugada desta quarta.

No jogo em horário civilizado, o do Palmeiras, aconteceu o previsto: a facílima vitória palmeirense sobre o frágil e desesperado Fluminense, novamente às voltas com o rebaixamento.

O Verdão ganhou por 3 a 0 sem forçar, os três gols marcados por Luiz Adriano diante de 28 mil torcedores que viram a segunda vitória de Mano Menezes em dois jogos.

Ao empatar em número de jogos com o líder Flamengo, o Palmeiras está apenas três pontos atrás.

Para completar o primeiro turno, só falta receber o Cruzeiro, no sábado, e esperar o resultado de Flamengo e Santos, também no sábado.

Provavelmente o Palmeiras terminará o primeiro turno em segundo lugar, pronto para concorrer com o Rubro-Negro, embora o timaço carioca esteja jogando futebol muito superior.

E teve o jogo do Brasil.

Errei ontem ao dizer que Tite havia garantido a presença de Neymar.

Não só não garantiu como não o escalou.

Depois de três finalizações peruanas, e duas boas defesas de Ederson, só aos 25 minutos a Seleção Brasileira chutou ao gol peruano, com Richarlison.

O time nacional, literalmente, batia cabeças, a ponto de Casemiro e David Neres se chocarem e terminarem o primeiro tempo de tocas de natação, com o medíocre 0 a 0 no placar.

Neymar entrou no decorrer do segundo tempo, a Seleção já jogava melhor, ele animou ainda mais o jogo, mas Ederson falhou e o Peru fez 1 a 0 aos 39 minutos para decretar a terceira derrota de Tite à frente da Seleção.

Comentário para o Jornal da CBN desta quarta-feira, 11 de setembro de 2019.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri