Topo
Blog do Juca Kfouri

Blog do Juca Kfouri

Categorias

Histórico

A essencial, e pálida, vitória do Palmeiras

Juca Kfouri

22/09/2019 17h56

Curioso primeiro tempo entre Fortaleza e Palmeiras no Castelão, com 34.514 torcedores.

O Palmeiras de Mano Menezes valorizando a posse de bola, sem as ligações diretas dos tempos de Felipão, em busca de se impor mesmo fora de casa. Mas errando passes em demasia.

E o Fortaleza de Zé Ricardo em velocidade, mas abusando da bola aérea.

Sem Dudu, suspenso, o Alviverde pecava na criação e não conseguia levar perigo.

Sem Wellington Paulista, também suspenso, o Tricolor do Pici perdia todas as bolas pelo alto.

Resultado?

0 a 0 sem nenhuma chance de gol que merecesse o nome.

Ficava para o segundo tempo a busca da quarta vitória de Mano, ele que chegou ao Ceará com 100% de aproveitamento, mas em jogos que era obrigatório vencer, diferentemente da partida em Fortaleza.

E para Zé Ricardo tentar sua segunda vitória no sexto jogo à frente do Fortaleza, duas derrotas e dois empates, além de um triunfo.

Também para que o torcedor pudesse ver um mínimo de futebol.

Aliás, nos outros dois jogos da 20a. rodada o placar era o mesmo entre Vasco e Athletico e Ceará x CSA.

Pena, porque, no sábado, em quatro jogos, houve 12 gols.

O domingo se limitava a apenas um gol, do Inter, pela manhã, contra a Chape.

Deixou de se limitar logo aos 2 minutos, depois que Scarpa bateu escanteio e a bola sobrou para Willian botar o Verdão na frente, com desvio da zaga: 1 a 0.

Em São Januário, Madson também marcava para o campeão da Copa do Brasil.

Aos 20', Lucas Lima substituiu Zé Rafael.

Não acontecia nada digno de registro.

Aos 27', Deyverson no lugar de Luiz Adriano, desaparecido, porque a bola jamais chegou nele.

Três minutos depois Carlos Eduardo no lugar de Willian.

Não se pode acusar Mano de não tentar…

Alguém dirá que valeu pelos três pontos pela quarta vez seguida, numa vitória, de fato, essencial.

A quinta será mole, na quinta-feira, no Pacaembu, contra o CSA.

Mas terá de jogar muito mais se quiser a sexta, no domingo, contra o Inter.

Lembre-se que o Flamengo, três pontos à frente, está na sétima.

E jogando muito melhor.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Mais Blog do Juca Kfouri