Topo
Blog do Juca Kfouri

Blog do Juca Kfouri

Categorias

Histórico

Pintou Gre-Nal na final

Juca Kfouri

14/08/2019 23h23

A única boa notícia para o Athletico na noite de hoje foi o cartão amarelo de Everton que o tirou do jogo de volta.

De resto o time se comportou timidamente mais uma vez como visitante e foi totalmente dominado pelo Grêmio durante todo o primeiro tempo, quando os gaúchos abriram o placar com André de cabeça em passe perfeito exatamente de Everton, aos 23 minutos.

Os anfitriões mereciam ter ido para o intervalo, no mínimo, com a vantagem dobrada, mas quase foram com empate dos visitantes, graças à chance desperdiçada por Marcelo Cirino, aos 41', na única, aliás, do time paranaense.

Claro que o Grêmio voltaria em busca do segundo gol para jogar com mais segurança a partida de volta na Arena da Baixada.

Restava saber se o Furacão ventaria ou seguiria recolhido.

O Grêmio seguiu martelando, André perdeu boa chance ao cair na cara do gol, mas o Athletico punha mais as mangas de fora e, aos 19', trocou Marco Ruben por Nikão, troca prontamente respondida pelo Grêmio, com Tardelli no lugar de André.

E, aos 27', Everton sofreu falta na entrada da área, Jean Pyerre bateu rasteira, no canto, por fora da barreira, indefensável: 2 a 0.

Pinta um Gre-Nal nas finais da Copa Brasil.

Em Madri? Londres? Tóquio?

Alisson teve o terceiro gol à disposição, mas perdeu.

Aos 30', Lucho González foi embora e Bruno Nazário chegou.

Thaciano entrou e Jean Pyerre saiu, provavelmente por cansaço, porque foi um dos nomes do jogo.

Só dava Grêmio diante de um desorientado Athletico, totalmente submetido pelos tricolores.

E Renato Portaluppi ainda sacou Maicon para Luan jogar, aos 38', porque queria mais e percebia que era possível.

Aos 43', Tardelli chutou o 3 a 0 para fora, em mais uma bela troca de bola gremista.

O Grêmio fez a parte dele diante de mais de 43 mil torcedores e dificilmente o Athletico conseguirá virar.

Se Tiago Nunes disser para você apostar no rubro-negro será melhor não fazê-lo.

Como é improvável que o Cruzeiro vire para cima do Inter no Beira-Rio.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999. Atualmente está também na ESPN-Brasil. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Mais Blog do Juca Kfouri