Topo
Blog do Juca Kfouri

Blog do Juca Kfouri

Categorias

Histórico

Corinthians faz sofrer, mas ganha do CSA

Juca Kfouri

14/07/2019 18h00

Em Itaquera com mais gente do que o time merece (33.952 pagantes), Corinthians e CSA fizeram primeiro tempo de um time só, o dos anfitriões.

Que criou, teve boas chances de gol, incontáveis escanteios, mas errou demais no último passe e ficou no 0 a 0 até o intervalo chegar, além de ter visto Vagner Love perder gol feito por preciosismo.

Gil estava de volta à zaga, com Manoel ao lado, um alívio para a lentidão da zaga com Henrique.

E Cássio via o jogo de dentro do campo.

Lembre que o CSA é o vice-lanterna, com apenas uma vitória em nove jogos.

Depois de chutar ao gol de Cássio pela primeira vez aos 3 minutos do segundo tempo, o CSA cometeu pênalti com Celsinho em Danilo Avelar, mas nem o assoprador de apito, nem o VAR, assinalaram.

O jogo chegava aos 20', no mesmo diapasão e com o time alagoano fazendo faltas em cima de faltas, como é do estilo de seu treinador, Argel Fucks.

Só faltava num contra-ataque o CSA fazer o gol que o Corinthians era incapaz de fazer.

Depois dos sete gols pela manhã no Maracanã, a tarde era avarenta, nenhum gol em Itaquera, na Arena da Baixada (Athletico x Inter) e no Mineirão (Cruzeiro x Botafogo).

É dose!

Aos 28', Fábio Carille que já havia trocado Ralf por Régis, trocou também Pedrinho por Boselli.

Então, Boselli, aos 33', enfiou uma bola para Vagner Love entre as pernas do zagueiro, e o centroavante bateu forte para fazer 1 a 0.

Água mole em pedra dura…

Love saiu e Gabriel, lembra dele?, entrou.

O CSA recebia o castigo que sua covardia merecia e o Corinthians, que receberá o Flamengo no domingo que vem, enfim vencia, não sem antes fazer seu torcedor sofrer dada sua dificuldade em fazer gols, oito em nove jogos.

O Athletico acabou vencendo o Inter também por 1 a 0, gol de Vitinho, aos 43', com 12.700 pagantes.

Cruzeiro e Botafogo ficaram no zero diante de 18.012 torcedores.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999. Atualmente está também na ESPN-Brasil. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Mais Blog do Juca Kfouri