Topo
Blog do Juca Kfouri

Blog do Juca Kfouri

Categorias

Histórico

Americanas perto do tetra depois de primeiro tempo primoroso

Juca Kfouri

2002-07-20T19:17:53

02/07/2019 17h53

Que Brasil e Argentina apresentem logo mais, em Belo Horizonte, um jogo de qualidade como Estados Unidos e Inglaterra fizeram, em Lyon, pelas semifinais da Copa do Mundo na França.

Se você não viu, veja, por exemplo, os três gols do primeiro tempo.

Não apenas a qualidade das finalizações, duas cabeçadas americanas e um chute inglês, de Ellen White, aos 18 minutos.

Perceba a qualidade dos lançamentos e, no segundo gol americano, a matada de Lindsey Horan que recebe de Christina Press para cruzar na cabeça de Alex Morgan, aos 30'.

As americanas haviam aberto o placar aos 9', com Christen Press.

O segundo tempo prometia mais.

Mesmo em vantagem, as sobrinhas de Tio Sam não cogitavam em garantir o resultado, ao contrário, buscavam o terceiro gol para liquidar a semifinal e já pensar na Holanda ou na Suécia, que jogam amanhã.

Atrás do tetracampeonato em oito Copas do Mundo, as americanas procuravam o caminho para sua quinta final. Quer mais?

A contestadora, é craque, Megan Rapinoe estava no banco, poupada por lesão no tendão, aos 34 anos a serem completados na sexta-feira.

Mas, aos 66', surprise!

Ellen White, artilheira da Copa com sete gols, marcou seu segundo no jogo, mas em impedimento.

Um susto que provavelmente levaria as atuais campeãs a tomar mais cuidados.

O jogo já não era tão bom como nos 45 minutos iniciais diante de 53 mil pessoas.

Aos 78', Ellen White teve a chance de empatar, mas furou bizarramente, no primeiro e único lance a não honrar o nível da partida.

Mas a inglesa reclamou de ter sofrido pênalti, o VAR entrou em ação e a árbitra brasileira Edina Alves Batista marcou a penalidade!

A capitã inglesa Steph Hougthon bateu mal e Alyssa Naher defendeu.

O segundo susto sofrido pelas americanas foi suavizado em seguida com a expulsão da inglesa Millie Bright.

Ficou tranquilo.

Tudo indica que americanas e inglesas fizeram a final da Copa.

E, repita-se: que Brasil e Argentina repitam o espetáculo e as emoções.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999. Atualmente está também na ESPN-Brasil. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Mais Blog do Juca Kfouri