Topo
Blog do Juca Kfouri

Blog do Juca Kfouri

Categorias

Histórico

Estou por aqui com ti, América

Juca Kfouri

19/06/2019 23h28

Desde 2002 uma seleção sul-americana não ganha uma Copa do Mundo.

Desde o pentacampeonato do Brasil só uma seleção sul-americana chegou à final da Copa, a Argentina, em 2014.

Desde 2012 um clube brasileiro não ganha o Mundial da FIFA de clubes.

Desde o bicampeonato do Corinthians, por três vezes, em seis, a decisão do título não teve um time sul-americano.

O nível técnico do que estamos vendo na Copa América é abaixo da crítica, exceção feita ao que mostrou o Uruguai em sua estreia.

O jogo recém encerrado entre Argentina e Paraguai foi de doer.

O técnico interino argentino Lionel Scaloni escala (desculpe…) tão mal que deixou Agüero no banco.

O primeiro chute a gol só aconteceu aos 28 minutos de jogo!

Não restou a Richard Sánchez outra alternativa diante de uma melancólica Argentina se não abrir o placar, aos 36'.

Tocou o terror em Lionel Messi, relegado a ser jogador comum tamanha a sua solidão, e companhia,

O time platino perdia pela segunda vez.

O que poderia fazer no segundo tempo?

A primeira providência foi botar Agüero em campo.

Os paraguaios tinham um latifúndio para explorar na frágil defesa argentina no Mineirão.

Aos 6 minutos um lance sensacional.

Agüero deu com açúcar para Lautário Martinez, ele chutou no travessão, Messi pegou o rebote de virada e o botafoguense Gatito Fernandez fez milagre para evitar o empate.

O VAR, no entanto, pegou um pênalti, discutível, no momento do chute de Lautário.

Lionel Messi bateu e empatou: 1 a 1.

Gatito acertou o lado, mas não deu para pegar.

Ah, o Agüero, senhor Scaloni…

Mas Otamendi, em seguida, fez pênalti claro e o santista Derlis Gonzáles bateu para Armani defender.

Aos 20', Di Maria em campo no lugar de Lautário que se recusou a cumprimentar o técnico na saída de campo.

O clima deve estar ótimo.

O que tantos anos de Julio Grondona fez com a maravilhosa escola argentina?!

Romero no gramado, o irmão gêmeo do quase ex-corintiano, aos 26'.

Resignados, os paraguaios especulavam com o empate e os argentinos se mostravam tão impotentes como os brasileiros contra os venezuelanos.

Uma pelada diante de 38 mil torcedores.

Que pena, que pena, que pena!

Se comparar com os jogos da recentemente terminada Liga das Nações, vencida por Portugal, tal e qual a Champions, parece outro esporte.

Os guaranis jogavam para trás e a torcida, brasileira, gritava olé, só para chatear.

Mas chateado mesmo fica quem gosta de futebol, quem já viu grandes exibições dos argentinos e hoje em dia é obrigado a ver essa porcaria.

A Argentina divide a lanterna do grupo com o Qatar.

Já pensou?

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Mais Blog do Juca Kfouri