Topo
Blog do Juca Kfouri

Blog do Juca Kfouri

Categorias

Histórico

Numa bola, Fogão cozinha o Fluminense

Juca Kfouri

11/05/2019 17h59

E não é que Fluminense e Botafogo fizeram um jogo repleto de bons lances no primeiro tempo do Maracanã?

Faltaram gols, é verdade, ou, ao menos, chances mais agudas.

As duas melhores, uma para cada lado, foram causadas por erros em saídas de bola da zaga alvinegra ou do goleiro tricolor.

Em ambas, faltou o passe final.

De Luciano, fominha depois de entortar dois zagueiros e não dar para Pedro, e de Erik, quando Diego Souza estava pronto para fazer o gol.

Luciano, por sinal, é um fenômeno: capaz de jogadas brilhantes e bisonhas no mesmo segundo.

De resto, houve lances refinados de Pedro, de Ganso e de Caio Henrique, todos tricolores, que mantiveram mais posse de bola, 61%, e mereciam pelo menos estar na frente, ao finalizar oito vezes contra três.

O 0 a 0, porém, prevaleceu.

Eduardo Barroca sacou Pimpão no intervalo e Yuri entrou no Botafogo.

Fernando Diniz não mexeu.

Os dois acertaram.

O segundo tempo seguiu com o mesmo panorama e com o Flu mais perigoso e perdulário.

Até que veio o castigo, quando Alex Santana, de cabeça, aos 28 minutos, pôs o Botafogo na frente: 1 a 0.

Então o Flu se mandou todo e o mesmo Alex Santana, depois de driblar o goleiro Rodolfo, perdeu o gol mais feito do jogo, aos 35'.

Como às vezes o futebol é justo, depois de boa defesa de Gatito Fernandez e de bola no travessão e rebote aproveitado por Matheus Ferraz para empatar, eis que o VAR pegou Pedro impedido e anulou o empate tricolor.

Gatito seguiu fazendo defesas importantes e segurando a vitória alvinegra.

Diante de 24 mil torcedores, o Fogão ganhou numa bola, como Barroca aprendeu no Corinthians, e o Flu tomou mais um castigo imerecido.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Mais Blog do Juca Kfouri