Topo
Blog do Juca Kfouri

Blog do Juca Kfouri

Categorias

Histórico

Esquerda e direita

Juca Kfouri

2010-04-20T19:00:27

10/04/2019 00h27

Por Flavio W. G. Sturgeon, do Blog "Galo dos Ventos"

As diferenças de posicionamento são fundamentais.

E têm que ser demarcadas para que todo mundo saiba do que se está falando.

Não é possível mais aceitar que, ao se iniciar a transmissão de um jogo de futebol, o narrador diga: "O time tal está à esquerda do seu vídeo e atacará para a direita do seu vídeo".

Aí você, telespectador, olha e vê que o "time tal" está à sua esquerda – portanto, à direita da TV – e ataca para a sua direita – para a esquerda da TV, portanto.

Além de dar informação errada, o narrador ainda se desdiz quando ocorre um gol, ainda mais se for de pênalti. Ele afirma, convictamente: "Chutou a bola no canto esquerdo", e está se referindo ao lado esquerdo do goleiro, não ao do autor do gol – que, claro, chutou para o seu lado direito.

Por que na TV é o contrário? Se valem como referências os lados do arco na hora do gol, o mesmo se aplica à tela da televisão.

A mesma coisa os pontas e os laterais: esquerda e direita se referem aos lados do time em que eles jogam e não aos do time adversário.

Também nas fotos nos jornais e revistas as legendas invertem esquerda e direita: quem está à esquerda da foto está à direita do leitor.

No rádio, então, é o fim do mundo: como imaginar acertadamente para que lado seu time ataca se o locutor não respeitar as diferenças entre esquerda e direita?

Não se vá concluir, pelos exemplos, que essa confusão toda é fabricada pela mídia. São só exemplos.

Seguindo.

Repare na sua imagem no espelho: sua esquerda é a sua direita na imagem.

E vice-versa.

É preciso fincar o pé na realidade, sob pena de você acabar se achando canhoto ou destro quando é, respectivamente, o inverso disso.

Respeitemos a realidade e as diferenças.

Senão, acontece de o sujeito olhar para alguma coisa que está na extrema-direita e sair falando que ela está na extrema-esquerda.

Neste caso, ele com certeza estará olhando para o espelho e trocando, sem saber ou de propósito, sua existência por sua imagem.

E versa-vice.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999. Atualmente está também na ESPN-Brasil. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Mais Blog do Juca Kfouri