Topo
Blog do Juca Kfouri

Blog do Juca Kfouri

Categorias

Histórico

Confissões de um adolescente

Juca Kfouri

12/02/2019 10h00

POR RONALDO GUIMARÃES*

"Eu tenho um sonho". Quem disse isso aí foi um cara bem legal lá dos States. Tenho 14 pra 15 anos só, mas sei das coisas. Gosto de leituras. Meus amigos aqui do Flamengo nem imaginam quem é esse cara. Preferem jogos de vídeo game. Eu também gosto.

Falar em sonho, outro dia, depois do treino, entrei no vestiário e gritei: "sonhar não custa nada" e sapequei o samba da Mocidade: "estrela de luz, que me conduz, estrela que me faz sonhar…". Fui aplaudido, todos aqui têm sonhos.

Na verdade, nem sei bem porque fiz aquilo, sou tímido, montanhoso, quieto, vim lá das minas gerais. Sei sim: o treinador disse depois do treino que eu seria titular e Capitão no próximo jogo. Pensei no meu velho na hora. Grande centroavante do time amador da minha cidade. Pintava e bordava com os beques adversários. Hoje pinta paredes e minha mãe borda panos de prato.

Seu desejo de profissional não se concretizou e transferiu pra mim todo seu sonho. Sacrificou, largou tintas e paredes pra trás e, depois de baldeações em rodoviárias mal cheirosas, a peneirada no Flamengo, seu time do coração.

Passei na peneira sem susto, sou calmo nessas horas. Pela primeira vez vi meu pai chorando. Achei esquisito. Nas montanhas, homens não choram.

Primeiro sonho realizado, o segundo Maracanã lotado. O terceiro, meu pai largar a cachaça.

Quando saí de casa, vi meu irmão menor puxando seu caminhãozinho com um barbante, Seu caminhão era uma caixa de sapato. Já, já, providencio pra ele um caminhão com controle remoto.

Deixei pra trás também a Rosinha, a mais linda menina daquela paróquia. Ela não me dava muita trela, gostava mais do centroavante da nossa escola, achava que ele fazia gols, trazia alegria; eu evitava, um desmancha prazeres. Vai entender as mulheres; ela que me aguarde.

Sou virgem ainda e nem ouso falar isso com meus amigos de time. Tem um meia esquerdaaqui que além de dominar bem a bola, segundo ele, domina a metade das menininhas do Rio. Pra ele contei que não conhecia mulher ainda. Pedi sigilo. Ele gargalhou, onde já se viu isso e me prometeu pra semana que vem a melhor garota da zona norte do Rio. Fiquei na dúvida se tremeria mais com Maracanã lotado ou a primeira experiência com mulher. Só imaginação já estava me dando nos nervos.

Nossa, caiu um temporal aqui no Rio que o treino do outro dia foi até adiado. Sinto pena das pessoas que perderam casas e vidas. Outra pena é que o meia esquerda foi pra sua casa e ficamos sem  sua resenha de conquistador. Adoro aquele cara, sinto falta.

Também adoro me aninhar nesse ninho do urubu. Comida farta, sonhos e ar condicionado. Minha mãe nem imagina o que vem a ser esse ar. Lá na roça, no calor abrem-se todas as janelas e no frio, muita lenha no fogão. 

Bateu um sono gostoso. Tomara que eu sonhe com Rosinha e Maracanã lotado. Expectativas é que não me faltam.

*Ronaldo Guimarães é professor, pedagogo e escritor.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Mais Blog do Juca Kfouri