Topo
Blog do Juca Kfouri

Blog do Juca Kfouri

Categorias

Histórico

Ganso estreia no Flu com vitória e discrição

Juca Kfouri

2022-02-20T19:22:57

22/02/2019 22h57

Com 30 minutos no Maracanã abrigando uma entusiasmada torcida tricolor Com a estreia de Ganso, o Fluminense tinha quase 80% de posse de bola, mas, sem verticalidade, não levava perigo à meta do Bangu.

Que num contra-ataque aos 32' fez a primeira jogada perigosa do que já foi um clássico carioca.

Foi então que, dois minutos depois, no rebote de uma cobrança de escanteio, a bola sobrou livre para o zagueiro Digão bater bonito e fazer 1 a 0 para o Flu.

Paulo Henrique Ganso estreava discreto, distribuindo bons passes nem sempre bem aproveitados por seus companheiros, diante de 20.946 torcedores.

Aos 40', o Bangu acertou a trave de Rodolfo…

Que falta faz Pedro para dialogar com Ganso porque, em resumo, apesar de pouco ficar com a bola, o Bangu ameaçava mais que o Flu.

Uma pena que Fernando Diniz não tenha um material humano melhor para expor suas ideias modernizantes.

Quem sabe o segundo tempo seria melhor.

Pelo menos ficou lá e cá, com o Bangu mais agressivo em busca de empatar e dando espaço para o Flu ser mais objetivo, com Marquinhos Calazans no lugar do sofrível lateral Marlon.

Aí, aos 12', Caio Henrique, roubou bola na intermediária e arriscou chute do meio da rua; a bola desviou na zaga e matou o goleiro: 2 a 0.

O terceiro gol não saiu em cabeçada de Caio Henrique, emprestado pelo Atlético de Madrid, porque uma excelente intervenção do goleiro Jeferson Paulino impediu.

A vantagem, justa, não fazia o Flu desistir de querer mais, qualidade rara em nosso futebol.

O segundo tempo de Ganso era mais discreto, pouco participativo, que o primeiro.

Everaldo se machucou e Allan, que veio emprestado pelo Liverpool, também estreou.

Dodi cansou e saiu para Ezequiel jogar aos 40.

PHG puxou um contra-ataque promissor mas, dentro da área, errou o passe para o colombiano Yony Gonzalez.

O 2 a 0 ficou de bom tamanho.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999. Atualmente está também na ESPN-Brasil. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Mais Blog do Juca Kfouri