Topo
Blog do Juca Kfouri

Blog do Juca Kfouri

Categorias

Histórico

E se... 9. Zico

Juca Kfouri

2006-02-20T19:18:40

06/02/2019 18h40

Por ROBERTO VIEIRA

O lateral Branco arranca do seu campo e toca a bola. Zico domina. Branco entra de surpresa na grande área adversária e o passe de Zico chega com açúcar e com afeto. O goleiro Joel Bats comete o pênalti. O Brasil comemora. Zico pega a bola e se prepara para a cobrança. Brasileiros e franceses vão empatando em 1×1 na dramática prorrogação das quartas de final da Copa do México 1986.

Zico parece preocupado. Acabou de entrar na partida. Por um instante, ele recorda o pênalti perdido naquela Taça Guanabara diante do Vasco. O mundo caindo por sobre a cabeça do Galinho de Quintino. Mazzaropi dando uma de herói.

Zico lembra de Seu Antunes.

Oito horas por dia. Meses de sofrimento. A entrada criminosa de Márcio Nunes deixando Zico longe dos gramados. Exigindo o sacrifício sobre-humano de quem queria sua revanche contra a Copa do Mundo.

Edinho chega e conversa com Zico.

Um, dois, três, quatro passadas e o chute sai no canto esquerdo de Batts que se atira no lado certo mas não consegue impedir o gol.

Quase Batts comete um sacrilégio contra o futebol. Quase.

O Brasil toma conta do jogo. Platini parece perdido no Saara mexicano. A bola vem pelos ares. Battiston e Bossis assistem Zico cabeceando longe do alcance de Batts.

Brasil 3×1.

O estádio Jalisco inicia seu carnaval. A assinatura final vem no cruzamento de Careca que Sócrates completa para as redes completamente sozinho. Henri Michel sorri para Telê Santana e diz adeus ao sonho de enfrentar a Alemanha nas semifinais, como em 1982.

O Brasil de Zico faz gato e sapato da Alemanha no primeiro encontro das equipes em Copas do Mundo. Rummenigge está novamente com metade de seu talento no Mundial. Harald Schumacher leva um hat trick do Galinho. Duas faltas na gaveta e um peru antológico numa bola perfeitamente defensável.

Seis jogos. Seis vitórias. A campanha da seleção de Telê Santana se iguala a do Brasil em 70 no México. Na final que se aproxima, o ainda jovem Diego Maradona chega orgulhoso proclamando aos quatro cantos do mundo que possui a mão de Deus do seu lado.

Pela quarta vez consecutiva os velhos rivais estarão frente a frente numa Copa do Mundo. Em 1974, deu Brasil. Em 1978, o empate favoreceu os argentinos. Em 1982, houve baile brasileiro e expulsão de Maradona.

Cento e quinze mil pessoas ocupam todos os lugares do Estádio Azteca, na Cidade do México. O sueco Erik Fredriksson apita a final dos sonhos sul-americanos. Para muitos, em todo o planeta, a partida vai decidir quem é o maior jogador desta geração. E a dúvida de todos é se Zico tem pernas e músculos para enfrentar uma Argentina que começou desacreditada, mas que brilhou nos pés de um canhoto do outro mundo.

Mas de que adiantará para Maradona tantos gols sem a taça?

Zico e Maradona chegam com cinco gols na final. Careca também tem cinco gols. Gary Lineker assiste a tudo em cima do muro. Com seis gols, o talentoso centroavante e futuro comentarista inglês torce contra os argentinos, mas prefere ver o Brasil campeão com um gol de Josimar.

Erik Fredriksson apita e a bola começa a rolar no Azteca.

É o dia 29 de junho de 1986.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999. Atualmente está também na ESPN-Brasil. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Mais Blog do Juca Kfouri