Topo
Blog do Juca Kfouri

Blog do Juca Kfouri

Categorias

Histórico

Defesa! Defesa! Defesa!

Juca Kfouri

06/02/2019 12h00

Se você gosta de basquete, você segue a NBA.

Se você segue a NBA, você ouve as torcidas gritarem "defense, defense, defense!", sempre que o time visitante ataca.

Negar a importância de saber se defender é um despautério.

Daí a vibrar com uma bola bem roubada, com um toco, um bloqueio, um rebote defensivo, faz parte. Muita parte.

Tanto no basquete, como no vôlei ou no futebol.

Qualquer futebol.

O americano, inclusive.

Domingo passado mesmo, o Super Bowl teve uma contagem baixa, a mais baixa de todos os tempos, desde 1967, quando teve sua primeira edição, com clara superioridade das defesas, placar final de apenas 13 a 3, apenas um touchdown.

No ano passado foi 41 a 33.

No sábado, o Dérbi Paulistano terminou 1 a 0, porque os vencedores quase só se defenderam.

Sua torcida não gritou "defesa, defesa, defesa", porque não estava no estádio, palco de torcida única.

Mas nem que estivesse, ou se o jogo fosse na casa dos ganhadores, ninguém faria isso.

Até quando é que não se sabe.

O que se sabe é que o Super Bowl foi um porre.

O futebol, no Brasil, tem sido.

Porque na NBA e na Premier League, embora ninguém descuide de se defender, a melhor defesa segue sendo o ataque.

O basquete é cada vez mais um jogo de cestas de três pontos e de contra-ataques, com contagens espetaculares.

O Manchester City se defende dentro da lógica de partir para cima em busca de recuperar a bola assim que a perde.

Ter a bola é essencial.

Defender não é sinônimo de retrancar, ou não deveria ser.

Mas há quem prefira deixar a bola com o adversário e tentar surpreendê-lo numa jogada esporádica.

Também vale, é claro, e quando resulta em vitória o torcedor fica feliz, o autor do gol se transforma em herói improvável e o técnico mantém o emprego, além de eventualmente ser tratado como genial.

O espetáculo que se dane!

Defesa, defesa, defesa!

Era mais divertido quando a torcida brasileira pedia "mais um, mais um, mais um!".

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Mais Blog do Juca Kfouri