Blog do Juca Kfouri

O caso da taça penhorada

Juca Kfouri

Como miséria pouca é bobagem, o Corinthians voltou às manchetes por suas dívidas e não por seus gols, cada vez mais raros, time que menos finaliza no Brasileirão.

A taça do bicampeonato mundial da FIFA está penhorada.

Na verdade, uma bobagem, apenas um gesto mediático de um dos muitos credores do clube.

A Vila Belmiro já esteve penhorada pelo Rei Pelé, o Ninho do Urubu também para que o Flamengo pudesse ter o patrocínio da Caixa Econômica Federal e assim por diante.

Nem o Santos correu o risco de perder seu estádio, nem o Flamengo o de perder seu centro de treinamentos.

Como o Corinthians não corre risco algum de perder a taça, até porque seu valor é apenas simbólico.

O que não diminui mais uma humilhação da gestão de Andrés Desmanches Sanches, o presidente que corre sérios riscos, a partir do momento em que deixar a Câmara dos Deputados, no ano que vem, tantas são as ações judiciais a que responde como pessoa física.

Se acontecer o pior, uma eventual prisão, o impeachment será inevitável.

Nem por isso arquivou sua arrogância, capaz de fazer ironias diante do episódio da penhora.

Pior ainda para sua imagem é ser alvo de frases como uma de Romeu Tuma Júnior, que ofereceu, por meio do Blog do Perrone, seus préstimos gratuitos, como advogado, para ajudar na questão.

Sairia caríssimo!

E, lembremos, a taça foi conquistada na gestão de Mário Gobbi.