Blog do Juca Kfouri

O Cruzeiro na Bombonera

Juca Kfouri

As quartas de final da Libertadores começaram muito bem para o futebol brasileiro com a valiosa vitória do Grêmio sobre o Atlético Tucumán, por 2 a 0, na Argentina, em noite de Alisson, autor de um gol, do passe para o de Éverton e ainda responsável pela expulsão de um um rival no fim do primeiro tempo.

Hoje é noite do Cruzeiro.

Que tem o mais difícil dos adversários, o Boca Juniors na Bombonera.

Um duelo entre os brasileiros bicampeões continentais contra os argentinos hexacampeões.

Infelizmente o Cruzeiro não vai ter o uruguaio De Arrascaeta, machucado, ausência sensível num jogo desse porte.

Sair da Bombonera com um empate será valioso ao fim do jogo e isso só será possível se o Cruzeiro não se limitar a se defender no estádio portenho que pulsa.

Na Bombonera os dois times se enfrentaram cinco vezes, com três vitórias do Boca, uma do Cruzeiro e um empate.

Em 1977, os dois decidiram a Libertadores, com uma vitória para cada lado e vitória argentina nos pênaltis no terceiro jogo, em Montevidéu.

Comentário para o Jornal da CBN desta quarta-feira, 19 de setembro de 2018.