Blog do Juca Kfouri

O caso Fagner, a desculpa de Tite e o mau cheiro

Juca Kfouri

O lateral corintiano Fagner foi convocado para os amistosos da Seleção Brasileira e foi dispensado por estar machucado e precisar de três a quatro semanas para se recuperar.

Não está, portanto, com o time que joga hoje contra El Salvador.

Mas treinou ontem, 12 dias depois da alegada lesão muscular e, ao que tudo indica, vai jogar amanhã contra o Flamengo pelas semifinais da Copa do Brasil.

Ou houve uma recuperação milagrosa, o que, de fato, às vezes acontece, ou estamos diante de um enorme faz-de-conta.

Em quaisquer das hipóteses, a justificativa dada ontem, em Washington, por Tite para ter desconvocado o jogador no último dia 2 é difícil de engolir.

O treinador disse que “não posso trazer atleta para se recuperar aqui”.

Faz sentido, mas, lembremos, ele levou Fred machucado para a Copa da Rússia.

Pode ser, com boa vontade, que Tite tenha aprendido com o erro.

Se foi isso, deveria ter dito que não quis errar novamente.

Porque o episódio deixa um incômodo mau cheiro no ar numa CBF que prima por não ser transparente.

Comentário para o Jornal da CBN desta terça-feira, 11 de setembro de 2018.