Blog do Juca Kfouri

São Paulo é líder de novo 123 rodadas depois

Juca Kfouri

Se o Flamengo esperava alguma ajuda de seu maior rival, com menos de dois minutos a esperança acabou: Rojas abriu o placar no Morumbi com muita gente, quase 54 mil torcedores; São Paulo 1, Vasco 0.

Com uma jogada toda errada que deu certo, o Tricolor voltava à liderança do Brasileirão depois de 123 rodadas, desde a 7ª rodada de 2015. Permaneceria?

Jogada toda errada porque Rojas errou a matada e acabou servindo Militão que cruzou mal e teve a colaboração do zagueiro Ricardo que afastou a bola em cima de Rojas. A bola bateu nele e entrou.

Não importa!

Gol legal!

Para quem estava preocupado em enfrentar uma retranca, era tudo de que o São Paulo precisava e queria.

Deixou o Vasco com a bola e passou a especular em busca de contra-atacar.

Mas, já no segundo tempo, o Tricolor jogava só para deixar o tempo passar e foi surpreendido por um ataque vascaíno bem arrematado pelo artilheiro Pikachu, que é mau pra chuchu: 1 a 1, aos 9′.

O Flamengo voltava à liderança, quando parecia improvável.

Era improvável que o São Paulo desse uma bobeada desse porte.

Só que o Vasco cresceu e passou a dar mais trabalho ao São Paulo do que ter trabalho com o São Paulo.

Os rubro-negros se divertiam neste raro domingo de torcer para os cruzmaltinos.

Diego Aguirre pôs Bruno Peres, aos 23′, no lugar de Militão, rumo ao Porto lusitano.

Ausente, Nenê parecia não querer incomodar seu ex-time.

Aos 30′, Carneiro e Trellez foram chamados por Aguirre, conversaram em espanhol e entraram nos lugares de Diego Souza e Nenê.

Chuveiro na área para tentar acabar com a seca de chances dos tricolores.

E deu certo!

Everton ganhou com esforço de Luiz Gustavo pela esquerda e levantou na cabeça de Trellez, em jogada iniciada por Liziero, para a torre gringa fazer 2 a 1, aos 35′, para somar o 35º ponto e passar o Flamengo de novo.

Flamenguista se mordia, são-paulino era só alegria, Soberano no Brasileirão outra vez.

Brilhava a estrela uruguaia de Diego Aguirre.