Blog do Juca Kfouri

São Paulo pro gasto, Palmeiras nem isso

Juca Kfouri

O Palmeiras voltou com Guerra no lugar de Lucas Lima para o segundo tempo porque o time rendeu durante dez minutos no Nilton Santos, com 7.020 pagantes, e parou.

O Botafogo era melhor, criava mais e o poderoso elenco paulista não poderia estrear com mau resultado no Brasileirão-18.

E foi Guerra quem fez o gol alviverde em linda combinação com Dudu, aos 8 minutos, em jogada iniciada por ele mesmo e com a participação de Willian, aberto pela esquerda.

A exemplo do que fizera contra o Boca Juniors, o venezuelano mudou o time para melhor.

E o Palmeiras assumiu o controle do jogo, mesmo com o Botafogo colocando Rodrigo Pimpão em campo, no lugar do inútil Leandro Carvalho.

Mas Felipe Melo ficou olhando Igor Rabelo dar uma furada e ainda se recuperar a ponto de chutar para o gol e empatar 1 a 1.

Pelo primeiro tempo o placar era justo.

No Morumbi, com 11.327 pagantes, era jogo de um time só.

O São Paulo não saiu das imediações da área do atrapalhado e recuado Paraná.

O gol demorou a sair, mas saiu ainda no primeiro tempo, aos 37 minutos, em cabeçada de Bruno Alves, complementando falta cobrada por Cueva.

Inimaginável o empate paranista.

Que nem ameaçou acontecer mesmo, embora o São Paulo não tenha jogado nada bem apesar das entradas de Valdivia e Nenê.

Até um certo sufoco o São Paulo levou no fim.

Mas ganhou, coisa que o Palmeiras não conseguiu.

Nota: Peço desculpas pela demora da publicação desta nota. Um problema técnico foi o responsável.