PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Blog do Juca Kfouri

Pede demissão o Secretário de Alto Rendimento do ministério do Esporte

Conteúdo exclusivo para assinantes

Juca Kfouri

30/06/2017 00h15

O ex-atleta olímpico da natação, e professor da Educação Física, Luiz Lima, resistiu durante quase um ano como Secretário Nacional de Alto Rendimento do ministério do Esporte, mas entregou sua carta de demissão ao ministro Leonardo Picciani, porque "fui até onde me senti confortável" segundo disse ao blog no fim da noite da quinta-feira.


Nesta sexta-feira deve ser anunciada sua saída do cargo mais relevante do ministério e, no caso, ocupante de um dos poucos elos governamentais que os atletas respeitavam e confiavam.

Lima se sentiu tolhido pela política ministerial para implantar sua visão do que deva ser a prática do esporte no país, apoiada na estrutura das mais de 160 mil escolas municipais e universidades federais do Brasil.

Entre outras medidas ele propôs a redução em 25% dos 40% destinados pela Lei Piva ao COB e a democratização da estrutura esportiva, com a participação dos atletas nas federações e confederações.

Nas suas palavras, Lima se sentia "engessado" ao ter de conciliar suas propostas com as práticas do ministério, razão pela qual acha que será mais importante como profissional da Educação Física do que no cargo.

Educado e respeitoso, entregou ao ministro a carta abaixo:

Brasília , 29 de junho de 2017.
Querido Ministro Leonardo Picciani,
Por motivos pessoais , por meio desta carta apresento meu pedido de demissão, me desligando do cargo de secretário nacional de esporte de alto rendimento , que ocupo neste ministério desde 05 de julho de 2016.
Ministro Leonardo Picciani, obrigado pela confiança e pelo prestígio que sempre esteve presente durante o período que trabalhamos juntos.
Que Deus ilumine toda a equipe do Ministério do Esporte, que Deus lhe proteja no prosseguimento de sua trajetória política. Estou confiante que o Ministério do Esporte buscará meios para desenvolver sempre a melhor política esportiva para o nosso país.
Como atleta olímpico e professor de educação física, encerro a função de secretário nacional de esporte de alto rendimento com a certeza de ter feito o melhor, escolhido os caminhos corretos com a minha verdade e com os ensinamentos que tive ao decorrer da minha vida. Meu principal objetivo foi promover ações esportivas compatíveis com o momento que estamos vivendo, priorizando sempre o correto uso do dinheiro público.
Forte abraço do amigo, Luiz Lima.

Comentário para o Jornal da CBN desta sexta-feira, 30 de junho de 2017, que você ouve aqui.

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri