PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

O choro do secretário-geral da CBF

Juca Kfouri

08/05/2015 06h55


Secretário-geral da CBF, Walter Feldman se queixou na Câmara dos Deputados de que qualquer novo governo tem 100 dias de trégua e que a recém empossada "nova direção" da CBF não teve tal benefício.
Feldman sabe que a nova direção de nova só tem a maquiagem e que se costuma conceder o prazo para quem é democraticamente eleito, algo que passa longe do sistema que faz presidentes na entidade do 7 a 1.

Não satisfeito, Feldman pontificou sobre como a imprensa deve se comportar:

"Nós não podemos viver num sistema de liberdade de imprensa onde a pena é crítica em relação a tudo o que se faz num modelo de direção que passa por um processo de transformação que será democrático, não virá através de medidas provisórias ou de leis", ensinou aos deputados presentes à audiência pública da Comissão de Esportes da Câmara que discutiu, ontem, a Medida Provisória do futebol.

Feldman não quer críticas, nem MPs de um governo, este sim, eleito democraticamente, nem leis!

Quer, em resumo, que tudo permaneça como sempre e que acreditemos numa entidade que se desmoralizou por suas próprias mãos e que Marco Polo Del Nero ora preside como legítimo herdeiro.

Tim Maia, se vivo fosse, apelaria: "Me dê motivo!".

Comentário para o Jornal da CBN desta sexta-feira, 8 de maio de 2015, que você ouve aqui.


Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri