PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Blog do Juca Kfouri

Na segunda-feira, o novo livro de Andrew Jennings

Conteúdo exclusivo para assinantes

Juca Kfouri

02/05/2014 18h09

20140502-175427.jpg

Recebi depois do almoço, da Panda Books, o novo livro de Andrew Jennings, o jornalista britânico que, em suas reportagens na BBC, foi fartamente responsável pela elucidação do escândalo da falência da ISL, a mega-agência de marketing esportivo da Fifa, e pela consequente desgraça política da dupla João Havelange/Ricardo Teixeira.

O "Um Jogo Cada Vez Mais Sujo"tem 238 páginas e, estarrecido, ainda estou na 80a., sete capítulos lidos, outros 14 a serem lidos.

Estarrecido mesmo que o assunto não me seja nada estranho, ao contrário.

Trata-se de mais uma história muito bem contada e com especial interesse aos leitores brasileiros, não só porque esmiuça os mal feitos da dupla nacional como porque a nossa Copa do Mundo é protagonista.

Neste sentido, fala mais perto a nós que seu primeiro livro sobre a Fifa, "Jogo Sujo", também publicado pela Panda Books.

Grupo Águia, dos Abrahão, Traffic, de J.Hawilla, as CPIs do Futebol, José Maria Marin, são tratados com o devido rigor, embora com alguns adjetivos talvez desnecessários, tão candentes são as informações.

Ainda hoje, ao fim do livro, prometo voltar com mais detalhes.

Mas esteja certo: trata-se de uma bomba atômica.

Atualização às 20h40: Ainda na página 138, fim do 12o. capítulo: não fica pedra sob pedra.

Joseph Blatter, Sebastian Coe, Nicolás Leoz, além de outros cartolas menos conhecidos no Brasil, mas essenciais no mundo da Fifa, como os da Concaf, são apresentados em toda sua vilania.

O ex-presidente do COI, Jacques Rogge, o atual, Thomas Bach, o interventor do COI na Rio-16, Gilbert Felli, todos são apresentados como, ao menos, frequentadores da mesma festa, além de Franz Beckenbauer e sua participação nebulosa para que a Alemanha fosse escolhida como sede da Copa do Mundo de 2006.

Atualização aos 5 minutos de 3 de maio: Livro lido. Imperdível.

Fica claro que a limpeza na Fifa é para inglês ver, que os métodos para escolher a sede de Olimpíadas seguem nebulosos e que o mundo do esporte precisa de uma faxina ética que dificilmente nossos netos verão.

Simplesmente arrasador!

20140502-180707.jpg

Dê só uma olhada no Sumário:

20140502-182525.jpg

20140502-182723.jpg

Sobre o Autor

Juca Kfouri é formado em Ciências Sociais pela USP. Diretor das revistas Placar (de 1979 a 1995) e da Playboy (1991 a 1994). Comentarista esportivo do SBT (de 1984 a 1987) e da Rede Globo (de 1988 a 1994). Participou do programa Cartão Verde, da Rede Cultura, entre 1995 e 2000 e apresentou o Bola na Rede, na RedeTV, entre 2000 e 2002. Voltou ao Cartão Verde em 2003, onde ficou até 2005. Apresentou o programa de entrevistas na rede CNT, Juca Kfouri ao vivo, entre 1996 e 1999 e foi colaborador da ESPN-Brasil entre 2005 e 2019. Colunista de futebol de “O Globo” entre 1989 e 1991 e apresentador, de 2000 até 2010, do programa CBN EC, na rede CBN de rádio. Foi colunista da Folha de S.Paulo entre 1995 e 1999, quando foi para o diário Lance!, onde ficou até voltar, em 2005, para a Folha, onde permanece com sua coluna três vezes por semana. Apresenta, também, o programa Entre Vistas, na TVT, desde janeiro de 2018.

Colunas na Folha: https://blogdojuca.uol.com.br/lista-colunas-na-folha/

Blog do Juca Kfouri